Japonesa Risa Shinnabe, medalhista de bronze em Londres, anuncia aposentadoria do esporte aos 29 anos: "O vôlei foi minha vida" - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Japonesa Risa Shinnabe, medalhista de bronze em Londres, anuncia aposentadoria do esporte aos 29 anos: "O vôlei foi minha vida"

Compartilhe

Um dos pilares da seleção feminina de vôlei do Japão na última década, a ponteira-passadora Risa Shinnabe anunciou sua despedida das quadras de vôlei aos 29 anos, em publicação em seu Facebook no último fim de semana.

Na postagem, a jogadora comentou sobre sua decisão, demonstrou seu carinho pelo esporte e agradeceu a todos que a ajudaram em sua trajetória.

“Decidi me aposentar do voleibol, que jogo desde a primeira série do ensino fundamental" , escreveu. Não consigo me imaginar longe desse esporte. Ao longo dos meus 11 anos em Hisamitsu Springs [clube defendido por Shinnabe desde 2019, onde a brasileira Fabiana também atuou na última temporada], passei por momentos difíceis e divertidos, mas tudo valeu a pena, pois pude continuar jogando meu esporte favorito".

”O voleibol foi a minha vida inteira", afirmou ainda a japonesa. “Obrigada ao meu professor que me ensinou voleibol quando eu estava na escola, à equipe que sempre vejo em treinamento, aos meus amigos que conheci no voleibol, a todos os fãs que estavam torcendo por nós. Eu pude continuar jogando este esporte com muita orientação e apoio. Muito obrigado a todos vocês."


Surte +: Ponteiro chileno Vicente Parraguirre confia no crescimento do vôlei em seu país: "Temos jogadores para muitos anos"

A agora ex-atleta ganhou ouro no Torneio de Montreaux de 2011, em seu primeiro ano com a seleção japonesa, e conquistou duas medalhas de prata no Campeonato Asiático, em 2011 e 2013. Com boas atuações no saque e no passe, a ponteira, que também competia como oposta, foi uma das jogadoras mais consistentes da seleção japonesa e ajudou sua equipe a retornar ao pódio olímpico com o terceiro lugar em Londres 2012, 28 anos depois de o Japão ter conquistado o bronze pela última vez, em Los Angeles 1984.

Shinnabe não competiu nos Jogos Olímpicos do Rio 2016, mas voltou à equipe nacional em 2017. Nesse mesmo ano, ela guiou a equipe para encerrar uma seca de dez anos sem medalha de ouro no Campeonato Asiático, com direito a uma vitória por cinco sets contra a Tailândia na final. Ela acabou nomeada a Jogadora Mais Valiosa do torneio.

A japonesa atuou pela última vez pela seleção na Copa do Mundo Feminina de Vôlei de 2019, na qual o Japão, que jogou em casa, terminou em quinto lugar.

Surte +: Tandara demonstra preocupação com treinamentos na Europa: "Qual país vai abrir espaço pra gente poder treinar?"

Foto: Reprodução/FIVB

Nenhum comentário:

Postar um comentário