PGA Tour ordena que golfistas e caddies sejam frequentemente testados para coronavírus - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

PGA Tour ordena que golfistas e caddies sejam frequentemente testados para coronavírus

Compartilhe

A PGA Tour ordenou que golfistas e caddies sejam constantemente testados para coronavírus. Isso faz parte de uma série de medidas de segurança, já que o circuito retomará as atividades ainda durante a pandemia, a partir do dia 11 de junho, no torneio Charles Schwab Challenge, em Fort Wayne, Texas. 

De acordo com informações do canal Golf Channel, os atletas da PGA Tour receberam um documento com 37 páginas com todos os protocolos de segurança. Os testes para coronavírus começarão de forma gradativa, com testagem na casa dos golfistas. Além disso, jogadores que recusarem ser testados não poderão jogar os torneios. 

Caso um atleta teste positivo para a doença, ele será removido da competição que esteja inscrito e ficará isolado por 10 dias. Se o teste der positivo durante um evento, o golfista também será retirado do torneio e receberá a premiação correspondente ao último lugar após o corte. 

Todos os funcionários, jogadores e caddies serão mantidos em uma espécie de "bolha", permanecendo em um ou dois hotéis específicos e viajando para outros torneios em voos fretados para evitar ao máximo a exposição. Todos serão testados antes de embarcar. 

Outra medida recomendada aos golfistas é que eles passem a executar algumas funções que de forma comum são feitas pelos caddies, como selecionar e substituir tacos, ou pegar qualquer coisa que necessitem e que esteja dentro de sua bolsa. 

O golfista norte-americano Brooks Koepka, bicampeão do PGA Championship e do US Open, afirmou que não sabe ainda o que esperar da retomada do golfe durante a pandemia.  

"Sei que não haverá público, como já foi dito, mas estou meio que no escuro. Eu não sei muito o que pensar sobre isso", declarou Koepka. 

Vale lembrar que o campeonato Memorial Tournament está preparando um grande esquema tecnológico e utilizará crachás com chipes de identificação por radiofrequência, para poder receber público durante o evento, que será realizado em Dublin, na Irlanda, entre os dias 13 e 19 de julho.

Além do Desafio Charles Schwab, os torneios programados para serem realizados com portões fechados serão o RBC Heritage (18 a 21 de junho) em Hilton Head, na Carolina do Sul, o Campeonato dos Viajantes (25 a 28 de junho) em Cromwell, Connecticut, e o Rocket Mortgage Clássico (2 a 5 de julho) em Detroit.

O primeiro torneio que se prepara para receber espectadores é o John Deere Classic de 6 a 12 de julho em Silvis, Illinois, seguido pelo Memorial Tournament.

Foto: PGA Tour

Nenhum comentário:

Postar um comentário