Novo sistema de qualificação olímpica do pentatlo moderno é divulgado - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Novo sistema de qualificação olímpica do pentatlo moderno é divulgado

Compartilhe

Depois de receber o aval do Comitê Olímpico Internacional (COI), a União Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM) divulgou a revisão de seu sistema de qualificação olímpica para os Jogos de Tóquio de 2021. A grande mudança foi que o Campeonato Mundial deste ano, que daria seis vagas olímpicas, não fará parte do processo qualificatório se for realizado, sendo substituído pelo Mundial de 2021.

Ao todo, o pentatlo moderno terá 72 atletas na Olimpíada, 36 no masculino e 36 no feminino. Até o início deste ano, cada naipe já possuía 24 atletas qualificados. A federação confirmou que todas essas vagas estão asseguradas para o próximo ano. Assim, a brasileira Ieda Guimarães, que já havia se classificado a Tóquio-2020 pelos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019, ratificou sua vaga.

Ficou definido que, das vagas restantes, três virão do Campeonato Mundial de 2021, seis virão dos rankings olímpicos, duas são destinadas a convite da Tripartite e uma é garantida do país-sede. O Mundial de 2021 acontecerá em Misnk, Belarus, entre 7 e 13 de junho. Um dia após o encerramento da competição, em 14 de junho, os rankings olímpicos serão fechados.

Todas as etapas da Copa do Mundo de 2021 contarão pontos para o ranking mundial, assim como todos os resultados das competições que ocorreram no início deste ano,  incluindo a etapa do Cairo da Copa do Mundo - a única etapa realizada na temporada, uma vez que o restante da competição foi cancelado por conta da pandemia do coronavírus. 

"Estou muito satisfeito por hoje poder fornecer mais clareza à nossa família global de pentatlo sobre o caminho para os Jogos Olímpicos de Verão de Tóquio 2020 remarcados, que ocorrerão em 2021", disse o presidente da UIPM, Klaus Schormann.

"Nosso novo sistema de qualificação para Pentatlo Moderno oferece um caminho claro para todos os atletas que ainda desejam se qualificar para os Jogos. Dão a eles 10 meses para se preparar para a retomada do processo de qualificação no início da Copa do Mundo de Pentatlo Moderno de 2021", finalizou o presidente.



Foto: Nuno Gonçalves/UIPM

Nenhum comentário:

Postar um comentário