Restante da temporada da Copa do Mundo de Pentatlo Moderno é adiada para maio e junho - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Restante da temporada da Copa do Mundo de Pentatlo Moderno é adiada para maio e junho

Compartilhe

Como já tem virado rotina nas últimas semanas, mais uma modalidade teve seu calendário da temporada alterado por conta da pandemia do coronavírus. A União Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM) anunciou no domingo, 15, que as próximas etapas da Copa do Mundo, programadas para março e abril, foram adiadas para os meses de maio e junho.

Iniciada com a etapa do Egito em fevereiro, na qual teve o húngaro Adam Marosi e a britânica Joanna Muir como vencedores, o Circuito teria as etapas da Bulgária e da Hungria a serem realizadas entre março e abril. A grande final, em Seul, na Coreia do Sul, aconteceria no início de maio. 

Agora, todas as três competições ficarão espremidas entre maio e junho e ocorrerão entre a disputa do Campeonato Mundial. As programações detalhadas ainda não foram divulgadas pela federação.

O Mundial, previsto para 23 e 31 de maio, não sofreu mudanças em suas datas. Vale lembrar que o evento estava anteriormente marcado para acontecer em Xiamen, na China, mas foi transferido para Cancún, no México.

"Nas próximas semanas, continuaremos a trabalhar em estreita colaboração com todas as partes interessadas, ouvindo atentamente os conselhos das autoridades de saúde relevantes e monitorando as orientações de viagem emitidas pelos vários governos, sempre lembrando nossa responsabilidade de salvaguardar a saúde de nossos atletas e da comunidade do pentatlo moderno em geral", disse Klaus Schormann, presidente da UIPM.

De acordo com a UIPM, o COI está revisando um pedido de prorrogação do prazo da qualificação olímpica feito pela própria federação. Atualmente, o fechamento do ranking é em 31 de maio e foi solicitado um adiamento para 30 de junho, após o encerramento da Copa do Mundo.

A brasileira Maria Ieda Guimarães já está garantida nos Jogos Olímpicos de Tóquio, após ter terminado em quarto lugar no Pan de Lima-2019. Outros brasileiros ainda lutam por uma vaga e, além do ranking (oito primeiros), terão a chance de se classificarem através do Campeonato Mundial (três primeiros).

Foto: Divulgação/UIPM

Nenhum comentário:

Postar um comentário