Premier League de Madri é cancelada e carateca Vinicius Figueira carimba vaga em Tóquio-2020 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Premier League de Madri é cancelada e carateca Vinicius Figueira carimba vaga em Tóquio-2020

Compartilhe

Quatro dias após confirmar a realização da etapa de Madri da Premier League de Caratê a portas fechadas, a Federação Internacional de Caratê (WKF) voltou atrás em sua decisão e anunciou o cancelamento da competição. Como o torneio era o último antes do fechamento do ranking olímpico, o brasileiro Vinicius Figueira confirmou sua vaga em Tóquio-2020 na categoria até 67kg.

Vinicius chega em Tóquio como uma grande esperança de medalha brasileira. Com 28 anos, ele é o atual vice-campeão mundial e fez um excelente ciclo olímpico. Na primeira participação do caratê em Jogos Olímpicos, cada categoria terá dez atletas e quatro medalharão, havendo altas chances de pódio do brasileiro.

Figueira era o quarto colocado do ranking e estava em uma briga direta com o egípcio Ali Elsawy pela última vaga da categoria. O brasileiro tinha 360 pontos de vantagem sobre o africano e precisava apenas "marcá-lo" na última etapa inicialmente prevista antes do fechamento do ranking, a Premier League de Rabat, no Marrocos, para conseguir a classificação.

Acontece que o governo do Marrocos cancelou todos os eventos esportivos do país e, consequentemente, o ranking teve que ser prolongado. A etapa de Madri, a acontecer entre 17 e 19 de abril, foi inserida no calendário de qualificação pela WKF e seria realizada a portas fechadas, mas o governo espanhol optou por cancelar o evento nesta segunda-feira, 16, como forma de evitar ainda mais a propagação do coronavírus no país, e assim, o ranking foi finalizado.


Pré-Olímpico Mundial
Outros brasileiros tentarão repetir o feito de Vinicius e garantir uma vaga na Olimpíada de Tóquio. Valéria Kumizaki, na categoria até 55kg, é a que tem mais chances de qualificação. Nona do ranking olímpico, ela foi campeã dos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 e pode conseguir a classificação por meio do critério continental.

No entanto, por conta da complexidade do regulamento, terá que esperar os resultados do Pré-Olímpico Mundial, previsto para acontecer em maio (deve ser adiado), na França, para confirmar ou não sua vaga a Tóquio. Ela mesmo participará da competição para eliminar quaisquer dúvidas.

O torneio qualificatório dará aos três primeiros colocados de cada categoria um lugar em Tóquio-2020. Além de Valéria, tentarão um lugar nos Jogos do Japão: Nicole Mota (kata feminino), Dyun Kimura (kata masculino), Stephani de Lima (61kg), Brenda Padilha (+61kg), Douglas Brose (75kg) e Filipe Medeiros (+75kg).

Foto: Abelardo Mendes Jr./Rededoesporte.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário