Federação Internacional de Tênis de Mesa cancela todos os eventos do calendário até o fim de abril - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio

Federação Internacional de Tênis de Mesa cancela todos os eventos do calendário até o fim de abril

Compartilhe

Na tentativa de conter o avanço da pandemia do coronavírus, a Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF) decidiu suspender, nesta sexta-feira, 13, todos os eventos do calendário até o final de abril.

"Após a declaração da Organização Mundial da Saúde de COVID-19 como uma pandemia e o aumento do número de restrições de viagens internacionais, a ITTF decidiu suspender todas as atividades provisoriamente, com a saúde e a segurança de atletas, treinadores, oficiais e fãs como os principais prioridade", declarou a entidade em nota.

Apesar da medida ser válida somente a partir da próxima segunda-feira, 16, o Aberto da Polônia foi interrompido já nesta sexta com disputas em andamento. A própria Federação Polonesa notificou a ITTF e solicitou o cancelamento da competição anteriormente ao pronunciamento da entidade internacional.

Vitor Ishiy e Carlos Ishida estavam na chave principal e tinham boas chances de medalha. Ishiy era o cabeça de chave número 3, enquanto Ishida furou o quali. Outro brasileiro na Polônia, Rafael Turrini acabou eliminado na fase de grupos.

O Aberto de Omã, em Mascate, não foi paralisado e segue ocorrendo normalmente. Nesta sexta, o único brasileiro no torneio, Thiago Monteiro, foi eliminado na estreia pelo bielorruso Aliaksandr Khanin.

É importante lembrar que no início da semana, a ITTF já havia cancelado o Aberto do Japão, evento platinum do Circuito Mundial. A federação segue monitorando as situações de Hong Kong e China para manter ou adiar os dois torneios, que ganharam extrema importância após os inúmeros cancelamentos. Um comunicado oficial deve sair já na próxima semana.

Medida semelhante à tomada pela Federação Internacional de Tênis de Mesa já havia sido feita pela Federação Internacional de Judô (IJF), na terça-feira, 10, que também cancelou todos do calendário até o final de abril e alterou as datas-limite da corrida olímpica para o fim de junho.

Foto: Divulgação/ITTF

Nenhum comentário:

Postar um comentário