Últimas Notícias

Em fase final de recuperação, Ana Marcela Cunha já mira os objetivos para a temporada de 2023

Ana Marcela morde a medalha de ouro conquistada em Tóquio 2020
Foto: Breno Barros/ rededoesporte.gov.br

Acima das expectativas. Assim tem sido a recuperação da nadadora Ana Marcela Cunha, atual campeã olímpica de águas abertas e integrante do Time Ajinomoto. Em novembro do ano passado, ela fez uma cirurgia no tendão subescapular do ombro esquerdo, que estava rompido. Liberada pelos médicos para retomar os treinamentos na água, ela já está mirando seus objetivos para este ano, entre eles o de garantir o quanto antes sua vaga para os Jogos de Paris, em 2024.

“Está tudo correndo super bem, além do que os médicos esperavam. Sigo numa forte rotina de fisioterapia no dia a dia, descansando e cumprindo tudo o que foi determinado. Desde a semana passada, estou liberada para voltar a nadar, sem excessos. Estou muito feliz em ter antecipado esta volta aos treinamentos aos poucos”, comentou Ana Marcela.

Com o retorno do contato com a água, ela já dá a largada para o planejamento de competições que terá pela frente na temporada de 2023. A principal delas será o Mundial de Esportes Aquáticos em Fukuoka, no Japão, em julho, na disputa da prova de maratona aquática 10 km, que faz parte do programa olímpico. “Esta é nossa meta principal neste ano, pois as três primeiras colocadas já asseguram a vaga em Paris. Será a primeira seletiva e vamos trabalhar firme nesse sentido”, afirmou Ana Marcela.

Outra competição importante no calendário da brasileira acontecerá em outubro: os Jogos Pan-Americanos de Santiago, no Chile. Ouro na edição de 2019, realizada em Lima, no Peru, Ana Marcela avisa que vai atrás do bi. “É a minha segunda meta para 2023”, disse a brasileira.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar