Primeira medalhista olímpica do boxe, Adriana Araújo anuncia aposentadoria

foto:Jack Guez/AFP


A boxeadora Adriana Araújo anunciou em suas redes sociais sua aposentadoria dos ringues aos 40 anos. Em postagem neste domingo (24), a primeira boxeadora brasileira a conquistar uma medalha olímpica explicou que o sentimento após carreira no boxe é de dever cumprido


"Hoje tenho certeza de apenas um sentimento na minha vida, o de dever cumprido. Graças a Deus conseguir construir uma carreira sólida, com grandes conquistas"


Adriana Araújo fez história na Olimpíada de Londres, quando conquistou a medalha de bronze na categoria até 60kg,a primeira medalha de uma boxeadora brasileira e centésima medalha olímpica do Brasil nos Jogos Olímpicos. Além do bronze olímpico, Adriana foi sete vezes campeã Pan-Americana (2005, 2007, 2008 2009, 2010, 2011 e 2012), ouro nos Jogos Sul-Americanos 2010, na Colômbia e vencedora do II International Women Tournament, no Cazaquistão, em 2011


Adriana também citou o legado que vê no boxe feminino, após suas lutas dentro e fora dos ringues durante sua carreira: "Sei que as minhas lutas nunca foram em vão, depois de 22 anos desbravando essa modalidade, fazendo acontecer dentro e fora dos ringues. consigo enxergar as mulheres adquirindo seus espaços. Valeu a pena!"


Confira abaixo a declaração completa de Adriana Araújo:


Postar um comentário

To Top