Estreia do WTT Champions no calendário internacional terá presença de Bruna Takahashi em grande fase e do número 4 do mundo



O circuito mundial de tênis de mesa tem uma novidade a partir desta segunda-feira (18). O WTT Champions, que realizará a sua primeira edição na Infinity Arena, em Budapeste, na Hungria. Trata-se de um dos mais importantes torneios da temporada e conta com a presença de apenas 32 jogadores em cada naipe, selecionados pela posição no ranking mundial, com apenas um convidado local. Bruna Takahashi e Hugo Calderano serão os representantes do Brasil. A competição terá transmissão ao vivo pela plataforma de streaming por assinatura Star+.

Uma boa participação neste torneio, que se estende até o próximo sábado, representa um impacto no posicionamento do atleta no ranking mundial. O vencedor da disputa soma mil pontos. Para que se tenha uma ideia, esse número de pontos é maior do que a diferença entre Calderano, quarto colocado no masculino, e o chinês Ma Long, o segundo da lista. Ou do que a diferença entre Bruna Takahashi, a 18ª no feminino, e a alemã Ying Han, a sétima do mundo.

Mesmo nas demais posições, os pontos podem representar um impacto decisivo na corrida. O vice-campeão ganha 700 pontos, com 350 para os semifinalistas, 175 para os que chegarem no Top 8, 90 para os que pararem nas oitavas de final e 15 para os eliminados na primeira fase.

A premiação é igualmente generosa. O campeão receberá US$ 30 mil (mais de R$ 162 mil no câmbio atual), com US$ 20 mil (R$ 108 mil) para o vice, US$ 15 mil (R$ 81 mil) para os semifinalistas, US$ 9.375 (R$ 50 mil) para os que alcançarem as quartas, US$ 6.500 (R$ 35 mil) para os participantes das oitavas e US$ 4.250 (quase R$ 23 mil) pela participação na primeira fase.

No feminino, Bruna Takahashi vem mostrando resultados muito consistentes nos últimos torneios. Fez a melhor campanha entre os brasileiros no WTT Contender de Lima, quando alcançou a semifinal do torneio. Na competição seguinte, o WTT Star Contender, também disputado na Hungria, na semana passada, voltou a fazer bonito, chegando nas quartas de final e perdendo em detalhes para a japonesa Kasumi Ishikawa, 11ª colocada no ranking.

A estreia da brasileira será contra a ucraniana Margaryta Pesotska, número 37 do ranking, às 16h50 (de Brasília). As duas só se enfrentaram uma vez em torneios internacionais, com a ucraniana levando vantagem apertada nas duas oportunidades. Porém, elas não realizam duelos desde setembro de 2021, período em que Bruna teve grande evolução em seu desempenho, refletido em resultados nas mesas. Se passar, porém, a brasileira poderá ter de encarar uma pedreira: a número 1 do mundo, a chinesa Chen Meng.

Calderano terá como primeiro adversário o egípcio Omar Assar, número 21 do mundo, às 16h10. Os dois nunca se enfrentaram em partidas internacionais. Se o brasileiro vencer, encara o sul-coreano Lim Jonghoon (19°) ou o nigeriano Quadri Aruna (11°).

Foto: Luis Miguel Ferreira

Postar um comentário

To Top