Silvana Fernandes é ouro e Brasil fecha Grand Prix de parataekwondo na Bulgária com três medalhas



O Brasil fechou sua participação no Grand Prix de taekwondo paralímpico de Sofia, na Bulgária, nesta segunda-feira (6). A delegação brasileira conquistou três medalhas: O ouro de Silvana Fernandes, na categoria até 57 kg, Nathan Torquato ficou com a prata na categoria até 63 kg e Cristhiane Neves faturou o bronze (até 52 kg). Ao todo, dez lutadores brasileiros estiveram presentes no torneio. 


Com as três medalhas (uma de ouro, uma de prata e outra bronze), o país ficou em terceiro lugar geral na competição, atrás da Turquia e do México. Ao considerar apenas a disputa feminina, os pódios de Silvana e Cristhiane também colocaram o Brasil na terceira colocação. Neste caso, a delegação brasileira foi superada pelas seleções turca e uzbeque. 


"Foi um evento importante, com os melhores atletas do mundo em cada uma das categorias. Ter ficado no top 3 novamente, assim como aconteceu nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020, nos Jogos Parapan-Americanos de Lima 2019 e no Mundial, mostra que o nosso trabalho tem sido bem feito. A perspectiva é a que a modalidade evolua ainda mais no Brasil para os Jogos de Paris 2024", disse Rodrigo Ferla, coordenador técnico de taekwondo paralímpico na Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKD).


Foto: CBTkd/Divulgação 

Postar um comentário

To Top