Em dia de glória, italiano bate primeiro recorde mundial na Natação, veja o resumo do dia

Italiano Thomas Ceccon voa nos 100m costas e estabelece novo recorde mundial (Foto: Divulgação/FINA)

O Mundial de Esportes Aquáticos, em Budapeste, chegou ao quarto dia de competições, nesta segunda (20), com sete finais do Nado Artístico e Natação, além da estreia do Polo Aquático. O Surto traz um resumo dos destaques desta competição multiesportiva que tem gostinho de Jogos Olímpicos:

Natação

Os 200m livre masculino abriu o programa de finais, uma das provas mais candidatos ao título do Mundial. Batendo seu próprio recorde mundial júnior, David Popovici, da Romênia, conquistou o ouro com 1:43.21. A prata foi de Sunwoo Hwang, da Coreia do Sul, com o tempo de 1:44.47. O bronze, ficou com o atual campeão olímpico Tom Dean, da Grã-Bretanha, com 1:44.98.

A segunda final, dos 1500m, Katie Ledecky foi soberana. Em sua especialidade, ela ficou com o ouro com o tempo de 15:30.15. Dobradinha dos Estados Unidos, com a prata, Katie Grimes fechou com 15:44.89. O bronze foi de Lani Pallister, da Austrália, com 15:48.96.

Nos 100m costas feminino, mais um ouro para os Estados Unidos. Em chegada decidida no detalhe da batida, Reagan Smith (58.22) venceu a canadense Kylie Masse (58.40). O bronze foi da estadunidense Claire Curzan (58.67).

Já nos 100m costas masculino, caiu o primeiro recorde mundial no Mundial de Budapeste. Thomas Ceccon, da Itália, fez a marca de 51.60 e conquistou o ouro. Pelo feito, ele recebeu também um prêmio de 50 mil dólares. A prata foi do campeão olímpico e até então detentor da melhor marca mundial, Ryan Murphy, com 51.97, e o bronze de Hunter Armstrong, com 51.98, ambos dos Estados Unidos.

Para fechar o grande dia italiano nas piscinas, Benedetta Pilato conquistou o ouro nos 100m peito, com o tempo de 1:05.93. A prata foi para Anna Elendt, da Alemanha e o bronze, para a campeão olímpica, Ruta Meilutyte, da Lituânia.

Sem medalhas, dia do Brasil no Mundial tem novas finais e desclassificação inesperada na Natação

Nado Artístico

O primeiro ouro do dia saiu na disputa da rotina técnica do dueto misto. A Itália, com Giorgio Minisini e Lucrezia Ruggiero, confirmou seu favoritismo com nota 89.2685. A prata foi para os japoneses Tomoka Sato e Yotaro Sato, com 86.5939, enquanto o bronze ficou com o dueto chinês formado por Haoyu Shi e Yiyao Zhang, com 86.4425. O dueto brasileiro, que contou com a presença de Fabiano Ferreira e Gabriela Regly, terminou em 9º.

A Ucrânia emocionou a todos na final da combinação livre por equipes ganhando sua primeira medalha de ouro. Treinando na Itália, desde o início da invasão russa ao seu território, o time alcançou impressionantes 95.0333 pontos. Nunca a prova foi vencida por outro país a não ser a Rússia. Vale lembrar, que Rússia e Belarus, foram excluídos do Mundial devido aos conflitos. A prata ficou com o Japão, com 93.5667, e o bronze com a Itália, com 92.0333. O Brasil terminou em 9º.

Dueto misto e equipe de Nado Artístico do Brasil terminam em 9º no Mundial

Polo Aquático

Pelo torneio feminino, a equipe dos Estados Unidos, tricampeãs olímpicas e hexa mundiais, não tomou conhecimento da equipe da África do Sul. Vitória de 24 a 2 na estreia do grupo B. A liderança do grupo está com os Países Baixos, que bateram a Argentina por 29 a 6.

No grupo A, Itália e Canadá ficaram no empate (7 a 7). Já as húngaras, donas da casa e atuais medalhistas de bronze em Tóquio 2020, aplicaram uma goleada de 35 a 4 na Colômbia. 

No grupo C, a Nova Zelândia venceu o Brasil (12 a 8) e a Austrália bateu o Cazaquistão (19 a 6). Já no grupo D, a Grécia atropelou a Tailândia (28 a 1) e a Espanha, atual vice-campeã olímpica, venceu a França (18 a 8).

Seleção feminina de Polo Aquático estreia com derrota no Mundial

Quadro de Medalhas

Após o quarto dia de disputas, a Itália disparou no quadro de medalhas do Mundial de Esportes Aquáticos, mas ainda não ameaça a liderança dos Estados Unidos. Ouro no Nado Artístico, Ucrânia entra no top 5:

1º Estados Unidos - 7 ouros, 3 pratas e 8 bronzes (18)

2º Itália - 4 ouros e 2 bronzes (6)

3º Austrália - 2 ouros, 2 pratas e 1 bronze (5)

4º Japão - 1 ouro e 2 pratas (3)

4º Ucrânia - 1 ouro e 2 pratas (3)

11º Brasil - 1 prata e 1 bronze (2)

Próximos passos

Nesta terça (21), o quinto dia de disputas em Budapeste distribuirá seis medalhas. Vamos à programação:

Natação

Valendo Medalha

800m livre (M) - Guilherme Costa

200m livre (F)

200m borboleta (M)

50m peito (M)

Revezamento 4x100m medley misto

Preliminares e semifinais

50m costa (F)

100m livre (M) - Marcelo Chierighini e Gabriel Santos

200m medley (M) - Caio Pumputis e Vinicius Lanza

200m borboleta (F) - Giovanna Diamante

Revezamento 4x100m medley misto - Brasil

Nado Artístico

Valendo Medalha

Equipes Femininas (Rotina Técnica) - Brasil

Preliminares

Dueto Feminino (Rotina Livre) - Laura Miccuci e Anna Giulia Veloso

Polo Aquático

1ª rodada - Torneio Masculino

Grupo A

Brasil x Geórgia

Montenegro x Hungria

Grupo B

Alemanha x Japão

Grécia x Croácia

Grupo C

África do Sul x Itália

Canadá x Espanha

Grupo D

Austrália x Cazaquistão

Estados Unidos x Sérvia

Postar um comentário

To Top