Com mais 3 ouros, Estados Unidos ampliam vantagem no quadro de medalhas do Mundial

Ryan Murphy reinou soberano nos 200m costas e levou um dos ouros estadunidenses do dia (Foto: Divulgação/FINA)

O Mundial de Esportes Aquáticos, em Budapeste, chegou ao sétimo dia de competições, nesta quinta (23), com seis finais entre Nado Artístico e Natação. O Surto traz um resumo dos destaques desta competição multiesportiva que tem gostinho de Jogos Olímpicos:

Natação

As finais da natação começaram com os 100m livre feminino. A australiana Mollie O'Callaghan garantiu sua quarta medalha, segunda de ouro, com o tempo de 52.67. A prata foi para a recordista mundial Sarah Sjöström, da Suécia, com 52.80 e o bronze foi da estadunidense Torri Huske, com 52.92.

Nos 200m peito feminino, Lilly King, dos Estados Unidos, prata em Tóquio 2020, levou o ouro com 2:22.41. A prata foi para a Austrália, Jenna Strauch, com 2:23.04 e o bronze ficou com Kate Douglass, com 2:23.20.

Absoluto, o estadunidense Ryan Murphy foi ouro nos 200m costas masculino com 1:54.52. A prata foi de Luke Greenbank, da Grã-Bretanha, que chegou a 64 centésimos da primeira colocação com 1:55.16. O bronze, também foi para os Estados Unidos, com Shaine Casas, que fechou com 1:55.35.

A prova dos 200m peito rendeu um fato inusitado no Mundial. Um empate rendeu duas medalhas de prata para Yu Hanaguruma, do Japão, e Erik Persson, da Suécia, pois obtiveram o mesmo tempo de 2:08.38. O ouro foi do recordista mundial e campeão em Tóquio 2020, Zac Stubbety-Cook, da Austrália, com 2:07.07.

Fechando o programa de finais, o revezamento 4x200m masculino. O ouro veio tranquilo para os Estados Unidos (Drew Kibler, Carson Foster, Trenton Julian e Kieran Smith), com 07:00.24. A prata foi da Austrália (Elijah Winnington, Zac Incerti, Samuel Short e Mack Horton), com 07:03.50 e o bronze da atual campeã olímpica, Grã-Bretanha (James Guy, Jacob Whittle, Joe Litchfield e Tom Dean), com 07:04.00. O Brasil chegou muito perto da medalha, em 4º lugar, com 07:04.69.

Em grande momento, revezamento 4x200m fica muito perto da medalha no Mundial e vira esperança do Brasil

Nado Artístico

O pódio do dueto feminino na rotina livre contou com a presença de três duplas de irmãs gêmeas.

O dueto chinês formado Liuyi Wang e Qianyi Wang conquistaram a segunda medalha de ouro neste Mundial, desta vez na rotina livre, com 95.5667 pontos. Assim como na rotina técnicas, o pódio se repetiu com a prata para Maryna Aleksiiva e Vladyslava Aleksiiva, da Ucrânia (94.1667 pontos) e o bronze para Anna-Maria Alexandri e Eirini Alexandri (92.8000), da Áustria.

Simetria total! Pódio dos duetos no Nado Artístico é dominado por irmãs gêmeas

Brasil avança à final por equipes no Highlights do Nado Artístico em Budapeste

Polo Aquático

Pela segunda rodada do torneio de Polo Aquático masculino, Geórgia e Montenegro abriram o grupo A. Em partida equilibrada os montenegrinos venceram a primeira partida por 10 a 9.

Pelo grupo B, a Croácia conquistou a primeira vitória no torneio. Desta vez, sobre a Alemanha com o placar de 13 a 9. Depois de um empate, a Grécia venceu o Japão por 18 a 7, embolando o grupo.

A Espanha não tomou conhecimento da África do Sul, pelo grupo C, e atropelou por 28 a 2 conquistando sua segunda goleada na competição. O jogo entre Itália e Canadá, que fecharia a rodada do grupo, foi desmarcado devido a suspeitas de casos Covid-19 em uma das delegações.

Na mesma sede do Brasil, partida de Polo Aquático é desmarcada por casos de Covid no Mundial

No grupo D, a Sérvia, atual campeão olímpica, venceu com dificuldade a Austrália por 6 a 5. Mesmo assim manteve os 100% de aproveitamento. Fechando o grupo, os Estados Unidos não tiveram dificuldades de vencer o Cazaquistão por 17 a 4.

Quadro de Medalhas

Após sete dias de disputas, o desempenho espetacular na Natação isolou ainda mais os Estados Unidos na liderança do quadro de medalhas do Mundial de Esportes Aquáticos:

1º Estados Unidos - 14 ouros, 6 pratas e 12 bronzes (32)

2º Austrália - 4 ouros, 7 pratas e 1 bronze (12)

3º Itália - 4 ouros, 1 prata e 3 bronzes (8)

4º China - 4 ouros e 4 bronzes (8)

5º Japão - 2 ouros, 4 pratas e 2 bronzes (8)

14º Brasil - 1 prata e 1 bronze (2)

Próximos passos

Nesta sexta (24), chegamos ao 8º dia de disputas em Budapeste com sete finais. Vamos à programação:

Natação

Valendo Medalha

50m borboleta (F)

50m livre (M)

100m borboleta (M)

200m costas (F)

800m livre (F) - Viviane Jungblut

Revezamento 4x100m livre misto

Preliminares

50m livre (F) - Lorrane Ferreira

50m costas (M) - Guilherme Basseto

50m peito (F) - Jhennifer Conceição

Revezamento 4x100m livre misto - Brasil

1500m livre (M) - Guilherme Costa

Nado Artístico

Valendo Medalha

Equipes Femininas (Rotina Livre)

Preliminares

Dueto Misto (Rotina Livre) - Fabiano Ferreira e Gabriela Regly

Polo Aquático

3ª rodada - Torneio Feminino

Grupo A

Itália x Colômbia

Hungria x Canadá

Grupo B

Países Baixos x África do Sul

Japão x Grécia

Grupo C

Brasil x Austrália

Cazaquistão x Nova Zelândia

Grupo D

Tailândia x Espanha

França x Grécia

Postar um comentário

To Top