Campeão olímpico no boxe em Tóquio, cubano estaria tentando fugir para os Estados Unidos


O boxeador cubano Andy Cruz estaria tentando fugir para os Estados Unidos após não ter comparecido em um torneio realizado em Playa Girón (CUB).

Cruz, campeão olímpico em Tóquio na categoria até 63kg, tricampeão mundial e bicampeão dos Jogos Pan-Americanos, fugiu de Cuba e no momento encontra-se em um terceiro país a caminho dos Estados Unidos.

Com 26 anos, Cruz é considerada a joia do boxe cubano. Ele faria sua estreia no boxe profissional em um torneio no México, com autorização de Cuba, entretanto ele foi retirado com a alegação de problemas de comportamento.

De acordo com o twitter BoxeoCubano (@boxeocubano), Cruz está buscando um futuro melhor fora da ilha que o viu nascer e tanto ama. 
Cruz é mais um atleta de alto nível de Cuba que fugiu do país neste ano. Outros nomes como o canoista Fernando Dayán e o wrestler Israel Borrero deixaram o país em busca de ganhar dinheiro no exterior.

Foto: Buda Mendes/REUTERS

Postar um comentário

To Top