Calou Budapeste! Itália domina Hungria e elimina donos da casa do Mundial no Polo Aquático

Em grande atuação, italianos fazem partida perfeita contra os donos da casa (Foto: Divulgação/FINA)

O Mundial de Esportes Aquáticos, em Budapeste, chegou ao 13º dia de competições, nesta quarta (29), com grandes duelos nas quartas do Polo Aquático e medalhas entregues nos Saltos Ornamentais e Maratona Aquática. O Surto traz um resumo dos destaques desta competição multiesportiva que tem gostinho de Jogos Olímpicos:

Polo Aquático

Prata em Tóquio passa

Foi dia das quartas-de-final do torneio masculino de Polo Aquático. Prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, a Grécia passou para as semifinais ao vencer os Estados Unidos por 16 a 11. O jogo ficou equilibrado até o terceiro quarto, quando os gregos abriram uma vantagem de três gols, ampliando para cinco no último quarto. Destaque para Stylianos Argyropoulos, com 100% de aproveitamento em seus tiros, acertando 5 de 5.

Duelo de bicampeãs mundiais

Já o duelo entre as bicampeãs mundiais e que levaram os últimos três ouros nos Jogos Olímpicos, Sérvia e Croácia foi completo em emoção. Com ótimo aproveitamento em gols, o time croata venceu os atuais campeões olímpicos por 14 a 12 e avançaram com grande desempenho do jogo coletivo.

Após um primeiro quarto igual, os croatas aproveitaram uma rara oportunidade de passar à frente no segundo quarto, fechando em 4 a 3, com gol de Vrlic. O jogo se manteve equilibrado no terceiro quarto, com uma chuva de gols, 5 para cada lado. O último quarto começou acelerado com uma Croácia querendo abrir mais vantagem e conseguiu ao vencer por 4 a 3, sacramentando sua classificação.

Espanha confirma presença nas semi

Para levar a terceira vaga nas semis, a Espanha bateu Montenegro em um jogo parelho,. Os epanhóis abriram um gol de diferença no primeiro quarto e mantiveram essa vantagem na fase intermediária da partida. Os montenegrinos perseguiram gol a gol, mas não foi suficiente. A atual vice-campeão mundial, Espanha fechou o placar em 7 a 6, tendo Blai Mallarach como artlheiro com 2 gols.

Itália cala a Hungria

No último jogo do dia, a Itália calou a torcida húngara em uma verdadeira batalha. A atual campeã mundial começou perdendo para os donos da casa, mas conseguiram virar e ampliar sua vantagem nos segundo e terceiro quarto. Na última etapa, a Itália chegou a abrir uma vantagem de quatro gols. A Hungria tentou reagiu, mas já era tarde, 11 a 10 e vaga na semi para os italianos. Francesco Di Fulvio foi o destaque da partida, anotando 4 gols.

O Polo Aquático é o esporte coletivo mais popular na Hungria. O time local tem, só em Mundiais, três títulos, sete medalhas de prata e um terceiro lugar. Essa hegemonia é ainda maior em Jogos Olímpicos, com 9 ouros, 3 pratas e 4 bronzes, melhor desempenho de um país em esportes coletivos na competição.

As semifinais, que serão disputadas na sexta (01), ficaram assim definidas: Itália e Grécia, na primeira partida e Espanha e Croácia reeditam a semifinal de Gwangju 2019, quando os espanhóis avançaram com a diferença mínima.

Maratona Aquática

O dia foi muito importante na modalidade, já que foram disputadas as provas de 10km (distância olímpica) em ambos os naipes.

No feminino, a disputa foi decidida no photo finish, com a vitória de Sharon Van Rouwendaal, dos Países Baixos, prata em Tóquio 2020, com o tempo de 2:02:29.20. A campeã olímpica no Rio de Janeiro 2016, detinha cinco medalhas em Mundiais e chegou ao primeiro título. 

A prata ficou com a alemã Leonie Beck, com o tempo de 2:02:29.70. E o bronze ficou com a atual campeã olímpica, Ana Marcela Cunha, com 2:02:36.10.

Mais uma pra conta! Ana Marcela é bronze nos 10km da Maratona Aquática no Mundial de Budapeste

Entre os homens, o italiano Gregorio Paltrinieri conquistou uma marca incrível ao vencer a prova. Assim, garantiu dois ouros neste Mundial, um na piscina e outro nas águas abertas. Com o tempo de 1:50:56.80 ele venceu por uma diferença de quase dois segundos.

Seu compatriota, Domenico Acerenza, ficou com a prata, com 1:50:58.20. O bronze foi do alemão Florian Wellbrock, que já somou cinco medalhas em Budapeste, com 1:51:11.20.

Saltos Ornamentais

Na primeira final do dia, uma prova mista combinada (plataforma de 10m e trampolim de 3m), o ouro chinês foi conquistado por Yuming Bai e Hongchan Quan. As outras medalhas foram bastante disputadas, mas Alexis Jandard e Jade Gillet, da França, ficaram com a prata e Andrea Sirieix e James Heatly, da Grã-Bretanha, terminaram com o bronze.

O Brasil chegou perto de ser o primeiro país sulamericano a medalhar na modalidade em Mundiais, mas fechou em 5º.

Em grande fase, dupla brasileira fica perto da primeira medalha nos Saltos Ornamentais em Budapeste

A segunda disputa foi o trampolim de 1m feminino. Yajie Li conquistou o sexto ouro chinês com 300.85 pontos. A prata ficou com Sarah Bacon, dos Estados Unidos, repetiu a prata de Gwangju 2019, com 276.65 pontos e o bronze foi para a canadense Mia Valee, com 276.60 pontos.

O terceiro ouro chinês veio no tampolim de 3m sincronizado misto. Shan Lin e Zifeng Zhu não deram conhecimento ao adversários e venceram com 324.15 pontos. A prata ficou com Chiara Pellacani e Matteo Santoro, da Itália, com 293.55 pontos. O bronze foi decidido na última rodada quando os britânicos James Heatly e Grace Reid superaram a dupla mexicana com a pontuação de 287.61.

Quadro de Medalhas

Após treze dias de disputas, o quadro de medalhas do Mundial de Esportes Aquáticos ficou assim: 

1º Estados Unidos - 17 ouros, 13 pratas e 16 bronzes (46)

2º China - 12 ouros, 2 pratas e 6 bronzes (20)

3º Itália - 8 ouros, 6 pratas e 6 bronzes (20)

4º Austrália - 6 ouros, 9 pratas e 2 bronzes (17)

5º Canadá - 3 ouros, 4 pratas e 6 bronzes (13)

14º Brasil - 1 ouro, 1 prata e 2 bronzes (4)

Próximos passos

Nesta quinta (30), chegamos ao 14º dia de disputas em Budapeste com mais medalhas nos Saltos Ornamentais e na Maratona Aquática. No Polo Aquático, vamos conhecer como se dará a briga por medalhas entre as mulheres. Vamos à programação:

Maratona Aquática

Valendo Medalha

25km (F) - Ana Marcela Cunha e Cibelle Jungblut

25km (M) - Bruce Hanson Almeida

Saltos Ornamentais

Valendo Medalha

Plataforma de 10m sincronizada (F)

Trampolim de 1m (M) - Rafael Fogaça

Polo Aquático

Semifinais (Torneio Feminino)

Itália x Estados Unidos

Hungria x Países Baixos

Postar um comentário

To Top