Tandara se pronuncia após suspensão por doping: "Lutarei, como sempre fiz, para provar a minha inocência"




A jogadora de vôlei Tandara se pronunciou nas redes sociais após o anúncio de sua suspensão de quatro por doping, por conta da substância Ostarina encontrada em uma exame antidoping em 7 de julho de 2021. Em seu twitter, a atleta disse ser inocente e que teve uma condenação injusta, já que ela alegou ter provas de que foi uma contaminação cruzada:


"Apesar de termos provas mais do que suficientes que mostram que fui contaminada, tive uma condenação injusta, desproporcional e precedida de um estranho vazamento de um processo que deveria ser sigiloso.(...)Em todo o caso, vamos recorrer ao Plenário para que a justiça seja, de fato, reestabelecida. Respeito, mas não concordo com essa decisão de hoje. Lutarei, como sempre fiz, para provar minha inocência."


Tandara também ressaltou sua carreira sem manchas e que nunca seria capaz de ingerir nada que pudesse estragar tudo que construiu: "Eu tenho orgulho dos meus mais de 18 anos de carreira sem nenhuma mancha. Minha vida é o vôlei e quem me conhece sabe que não faria nada que pudesse destruir tudo isso que construímos em todo esse tempo."


A última das mensagens Tandara revelou que "o sentimento de injustiça é angustiante", mas continuará a trabalhar para reverter esta suspensão. "Agradeço o carinho e o suporte de todos nesse momento. O sentimento de injustiça é angustiante, mas com a ajuda de todos vocês vou superar esse momento e transformar essa situação em combustível para vencer mais essa batalha. #tandaracaixeta"


Tandara, de 33 anos, deverá acionar a Corte Arbitral do Esporte (CAS) para tentar reverter a pena. Se não conseguir, a oposta só estará apta a voltar a competir em julho de 2025. Confira abaixo as declarações na íntegra da jogadora: 


foto: Wander Roberto/COB

Postar um comentário

To Top