Após luta difícil, Bia Ferreira fica com a prata no Mundial feminino de boxe



Bia Ferreira ficou com a prata no Mundial feminino de boxe, após perder a final da categoria 60kg para Rashida Ellis (USA) nesta sexta (20), em Istambul (TUR). A derrota foi por decisão dividida, com três jurados dando a vitória para a norte-americana e dois para a brasileira.


Em seis confrontos, essa é a segunda vitória de Rashida, que não vencia a brasileira desde a final das Eliminatórias para o Pan de Lima-2019.


Neste Mundial, Bia venceu Badmaarag Ganzorig (MGL) na primeira rodada,  Valentina Bustamante (CHI) nas oitavas de final, Natalia Sadrina (SER) nas quartas de final e Alessia Mesiano (ITA) na semi.  


O Brasil sai com uma prata e um bronze do torneio, sendo o terceiro lugar conquistado por Caroline de Almeida na categoria 52kg, que não é olímpica.


A luta

O primeiro round foi pegado desde o primeiro segundo e Bia conseguiu acertar um jab de direita, porém, os contra-golpes de Rashida foram assertivos e a norte-americana venceu o primeiro round na visão de quatro dos cincos juizes.


O segundo assalto manteve a mesma pegada e Bia chegou a colocar a norte-americana nas cordas, mesmo assim, dois jurados viram vitória da norte-americana e outros três viam um empate. 


No round decisivo, Rashida tentou travar a luta chamando a brasileira para o clinch, mas Bia respondeu com cruzados de direita e mais uma vez colocou a adversária nas cordas. Ao soar do gongo, as duas comemoraram tentando levar os árbitros a darem as vitórias para seus respectivos corners.


O resultado foi melhor para a norte-americana, que virou para a sua equipe técnica após o anúncio da vitória e falou "Eu ainda amo vocês!" 


Foto: Divulgação/ AIBA

Postar um comentário

To Top