Brasil luta, mas perde pra Coreia do Sul e não tem mais chances de ir para o mundial de basquete feminino



O Brasil sofreu sua segunda derrota no pré-mundial de basquete feminino. Em um confronto equilibrado com a Coreia do Sul, a seleção comandada por José Neto alternou bons e maus momentos na partida, o que ocasionou a derrota por 76 a 74 para a Coreia do Sul.


O primeiro quarto trouxe o Brasil jogando de forma semelhante ao último jogo contra a Austrália intensidade defensiva e escolhas errada no ataque. Apesar de cedido muitos rebotes ofensivos para a Coreia, as meninas do Brasil conseguiram ficar apenas um ponto de diferença (17 a 16). No segundo período, o cenário se repetiu, com o Brasil alternando maus e bons momentos, viu a diferença subir para dois pontos ao fim do primeiro tempo (33 a 30)


Já no terceiro período, o Brasil conseguiu imprimir mais intensidade defensiva, conseguindo parar Ji Su Park, principal destaque coreano no jogo pelo menos momentaneamente para poder virar o placar e terminar o último quarto com um ponto na frente - 46 a 45.


No último quarto, as equipes afrouxaram na defesa e foram para o tudo ou nada. Com mais espaços, as bolas das duas equipes começaram a cair e aí brilhou mais uma vez a estrela de Leesul Kang nas bolas de 3. A coreia virou o jogo na menos de 3 minutos para o fim e apesar da luta até os segundos finais comandada por Tainá, o Brasil perdeu por 76 a 74.


Ji Su Park foi o grande destaque do jogo, marcando um triplo-duplo, um feito raro no basquete feminino. Foram 20 pontos, 13 rebotes e 11 tocos. Leesul Kang marcou 21 pontos e Danbi Kim marcou um duplo duplo de 10 pontos e 10 rebotes. Pelo Brasil, Marian Carvalho marcou 13 pontos, Tainá Paixão 11 e Kamila Cardoso fez um duplo duplo de 10 pontos e 11 rebotes.


O Brasil agora espera que a Austrália vença a Sérvia para que uma vitória simples contra a mesma Sérvia no domingo (13) seja suficiente por uma vaga no mundial. (EDIT às 19h43: A Sérvia venceu a Austrália por 78 a 71 e o Brasil não tem mais chances de classificação)


Foto: FIBA/Divulgação

Postar um comentário

To Top