Brasil fecha 1º dia do Campeonato das Américas de goalball com 100% de aproveitamento; confira os resultados


As Seleções Brasileiras masculina e feminina de goalball venceram as quatro partidas que disputaram na sexta-feira, 18, durante o primeiro dia do Campeonato das Américas da modalidade. O torneio começou hoje e será realizado até terça-feira, 22, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.
Pela manhã, a equipe masculina superou a Colômbia por 10 a 0, mesmo resultado pelo qual o time feminino derrotou a Venezuela. Já à tarde, as mulheres brasileiras venceram as colombianas por 11 a 1, enquanto os homens golearam os chilenos por 10 a 0.

Na partida Brasil x Venezuela, Kátia foi a artilheira com sete gols. Moniza (2), Jéssica (1) e Danielle Longuini (1) completaram o marcador para as brasileiras. No jogo Brasil x Chile, a Seleção masculina fez 10 a 0 ainda no primeiro tempo: Leomon (7), Parazinho (2) e Emerson. Pela regra do goalball, a equipe que alcançar dez gols de diferença, vence o duelo, independentemente do tempo restante para acabar o confronto.

A competição continua neste sábado, 19, com três jogos da Seleção masculina: Argentina, Nicarágua  e Venezuela, e dois da feminina: Guatemala (8h30) e Peru (14h30). 

Competição
Brasil, Argentina, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Estados Unidos, Guatemala, México, Nicarágua, Peru, Porto Rico e Venezuela são as 13 equipes masculinas da competição. Dessas seleções, apenas Porto Rico não está representado entre as mulheres.

Os jogos têm sido disputados em dois espaços do CT Paralímpico: arena multiuso e a própria quadra da modalidade. Os times jogam entre si dentro dos grupos, tanto no masculino quanto no feminino. As quatro melhores equipes de cada chave avançarão às quartas de final.

O torneio, que seria originalmente realizado em 2021, está na sua quarta edição, sendo a terceira sediada em São Paulo (2005, 2017 e 2022). Em 2013, ele foi disputado em Colorado Springs (EUA). A Seleção feminina do Brasil foi vice-campeã em todas as participações. Já a masculina tem, além do título de 2017, o terceiro lugar em 2013 e a quarta colocação em 2005.

A competição vale vaga para o Mundial da modalidade, marcado para junho, na China. A Seleção Brasileira masculina, campeã paralímpica em Tóquio e atual bicampeã mundial, já está classificada. A feminina, quarta colocada na capital japonesa, precisa chegar à final do Campeonato das Américas para garantir a sua vaga. No entanto, caso os EUA sejam um dos times finalistas, a terceira colocação bastará às brasileiras, pois as norte-americanas já possuem vaga no Mundial.

Foto: Alê Cabral/CPB

Postar um comentário

To Top