Tetracampeão olímpico, Ludger Beerbaum é acusado de usar método ilegal durante treino com seu cavalo


O cavaleiro alemão tetracampeão olímpico Ludger Beerbaum, está sob investigação do Ministério Público em Munster, por suposta utilização de métodos ilegais durante de treino em cavalos.

Segundo imagens transmitidas pela emissora de televisão alemã, RTL, mostram Beerbaum supostamente usando a prática de barras paralelas, que é ilegal na Alemanha e que é proibido pelas regras da Federação Equestre Internacional (FEI).

As barras paralelas destinam-se a encorajar os cavalos a ficar com as pernas para cima e saltar mais e para que isso ocorra, uma barra de obstáculo é levantada para atingir as pernas do cavalo enquanto ele está pulando.

Está técnica é proibida, pois na maioria das vezes causa dor ao cavalo.

A rede de televisão alemã conseguiu as imagens por meio de um jornalista investigativo que se disfarçou como estagiário por dois anos para ter acesso aos métodos de treinamento de Beerbaum.

Beerbaum nega as acusações e planeja tomar as medidas legais contra a emissora que divulgou a reportagem.

Em sua defesa, o cavaleiro alega que o vídeo “não tem nada a ver com as barras paralelas” e, em vez disso, mostra “tocar”, um método permitido pela lei alemã.

“A contribuição da RTL é comprovadamente falsa, difamatória e, em muitos aspectos caluniosa”, disse Beerbaum.

“É claro que tomaremos medidas legais contra isso”.

A FEI está investigando as imagens para ver se é cabível de punição, o tratamento dado por Beerbaum ao seu cavalo.

Foto: Divulgação

Postar um comentário

To Top