Silvana Fernandes é a nova líder do ranking mundial em sua categoria no paratekwondo; Brasil tem 5 atletas no top 3

Silvana com o bronze no parataekwondo

Silvana Fernandes é a nova líder do ranking mundial da categoria até 57kg, na classe K44, do parataekwondo. A campeã mundial assumiu a ponta do ranking que foi divulgado nesta semana pela World Taekwondo.

Principal destaque do Brasil no Campeonato Mundial de parataekwondo realizado em dezembro, em Istambul, na Turquia, Silvana Fernandes assumiu a liderança do ranking Mundial com 275,82 pontos. Gamze Gurdal, da Turquia, é a vice-líder (210,36 pontos), enquanto Kamyla Dosmalova, do Cazaquistão, é a terceira melhor atleta do mundo na categoria (111,36).

“Estou muito feliz com a minha colocação no ranking Mundial. Tinha consciência que, se conseguisse a medalha de ouro em Istambul, assumiria a ponta do ranking. Então, coloquei como meta essa medalha também por conta do ranking. Venho colhendo vários frutos de muito trabalho”, disse Silvana.

“Tive uma temporada em que fui bronze nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Uma medalha que foi muito importante para a minha carreira e encerrei a temporada com o ouro no Campeonato Mundial. O objetivo e o foco aumentam para esta temporada já pensando em Paris 2024”, completou a campeã mundial.

Campeão paralímpico em Tóquio e bronze no Mundial da Turquia, Nathan Torquato continua como líder do ranking Mundial na categoria até 63kg, na classe K44. Além disso, outros três atletas brasileiros estão no top 3 em suas respectivas categorias (todos na classe K44): Debora Menezes, 2º lugar na categoria mais de 65kg, Christiane Nascimento, 3º lugar na categoria até 52kg, e Leyliane Ramos, 3º lugar na categoria até 65kg.

“O parataekwondo do Brasil vive um momento brilhante. Tivemos um 2021 que entrou para a história com resultados muito expressivos e isso reflete no ranking mundial. Das dez categorias do parataekwondo, o Brasil está no top 3 em cinco delas. Isso mostra que o trabalho feito anos atrás está dando frutos”, disse o técnico da Seleção Brasileira, Rodrigo Ferla.

“Vamos trabalhar ainda mais para que a gente chegue deste nível para cima aos Jogos Paralímpicos de Paris 2024”, completou.

O Brasil teve um resultado histórico no Campeonato Mundial de parataekwondo. Foram sete medalhas conquistadas: uma de ouro, uma de prata e cinco de bronze. Nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, foram três medalhas: um ouro, uma prata e um bronze.

Foto: Divulgação/CPB

Postar um comentário

To Top