Kingsbury conquista centésima medalha em Copas do Mundo no moguls; George McQuinn sofre acidente forte

Mikael Kingsbury agachado nos esquis enquanto faz manobra nas curvas do moguls

A etapa de Deer Valley da Copa do Mundo de Esqui Estilo Livre teve um marco histórico nesta quinta-feira (13). O canadense Mikael Kingsbury, considerado o melhor atleta de todos os tempos no moguls, conquistou sua centésima medalha em Copas do Mundo.

O atual campeão olímpico foi o melhor na descida final, conseguindo 83.28 pontos. Foram 15.77 para o tempo, 50.60 para as curvas e 16.91 para os saltos no ar. Com o resultado, Mikael Kingsbury agora tem 100 medalhas em Copa do Mundo, sendo 71 de ouro. O japão levou as medalhas de prata e bronze com Horishima Ikuma (81.98) e Sugimoto Kosuke (79.02).

A final teve uma cena forte, com um acidente com George McQuinn dos Estados Unidos. O atleta escorregou quando se preparava para fazer sua última manobra aérea, mas acabou batendo a cabeça na rampa de saltos. Ele sofreu uma queda e terminou a descida desacordado (cenas fortes no vídeo abaixo).


Após cerca de 20 minutos de atendimento, o esquiador foi retirado da pista pela equipe médica. De acordo com a repórter Julie Jag, do Salt Lake Tribune, George McQuinn recuperou a sua consciência antes de ser levado pelos paramédicos.

Em entrevista após a prova, Kingsbury dedicou a vitória a McQuinn desejando a recuperação do estadunidense.

Na disputa feminina a vitória também foi da atual campeã olímpica. Perrine Lafont da França conseguiu 80.20 pontos na sua descida final, sendo 18.35 pelo tempo, 47.90 pelas curvas e 13.95 pontos pelos saltos. Ela superou a japonesa Kawamura Anri por apenas 0.17 pontos. O pódio foi completado pela australiana Jakara Anthony com 79.84. A brasileira Sabrina Cass ficou em 27º lugar nas eliminatórias e conseguiu 45 pontos FIS com seu desempenho.

Foto de capa: Rick Bowmer/AP Photo

Postar um comentário

To Top