Nadador ucraniano medalhista paralímpico no Rio 2016 é suspenso do esporte por dois anos por doping


O ucraniano quatro vezes medalhista na natação em Jogos Paralímpicos, Iaroslav Denysenko, foi suspenso por dois anos devido a teste adverso para substância proibida hidroclorotiazida e seu metabólito durante teste fora de competição.

A punição para Denysenko foi iniciada dia 10 de agosto e é válida até 9 de agosto de 2023.

Os resultados conquistados desde a coleta da amostra, fato esse ocorrido em julho, serão todos anulados.

O nadador ganhou notoriedade pela conquista de quatro medalhas de prata na Paralímpiadas Rio 2016, nos 100 m e 400 m livre, 100 m costas e 200 m medley na categoria S13.

A hidroclorotiazida está na lista de substâncias proibidas pela Agência Mundial Antidoping na seção diuréticos e agentes mascaradores.

Em nota, o Comitê Paralímpico Internacional (IPC) disse “cada atleta é estritamente responsável pelas substâncias encotradas em sua amostra”.

“Como signatário do Código Mundial Antidopagem (WADC), o IPC continua comprometido com um ambiente esportivo livre de dopagem em todos os níveis”.

Foto: Divulgação

Postar um comentário

To Top