Karina Trois vence Pietra Chierighini e leva segundo Campeonato Brasileiro de Esgrima no sabre - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Karina Trois vence Pietra Chierighini e leva segundo Campeonato Brasileiro de Esgrima no sabre

Compartilhe
Karina Trois ataca Pietra Chierighini em uniformes de esgrima

Na manhã deste sábado, Karina Trois conquistou o seu segundo título em Campeonato Brasileiro de Esgrima ao confirmar sua liderança no ranking nacional de sabre feminino com uma campanha invicta. A atleta do Clube Athletico Paulistano já havia levado a competição em 2018 na mesma Porto Alegre, e subiu ao lugar mais alto do pódio ao superar a sua companheira de clube, Pietra Chierighini, por 15 a 10 na decisão.


A conquista teve um peso a mais pela atleta de 24 anos que participou do Pré-Olímpico estar voltando aos jogos depois de ter se curado da Covid-19, que a deixou de fora da 6ª Etapa do Circuito Brasileiro de Esgrima, disputado em agosto. A esgrimista comparou o que tem de diferente nas duas versões da Karina campeã brasileira, a de 2018 e a de agora.

Foi muito bom voltar à pista depois da recuperação da Covid e mostrar que eu estou de volta. O que mudou (do título de 2018 para cá) foi a experiência, eu mudei demais. Agora, é continuar firme.


A sua campanha na competição foi brilhante e invicta. Na pule, ela conseguiu cinco triunfos contra: Melissa Polo (Academia Mestre Kato-PR) por 5 a 0; Eduarda Nehrke (Lindóia Tênis Clube-RS) por 5 a 1; Stephanie Grosche (Academia Paulista de Esgrima-SP) por 5 a 1; Isabela Cunha (Lindóia Tênis Clube-RS) por 5 a 3; e Mariana Hauschild (Círculo Militar de São Paulo-SP) por 5 a 1.

Pela campanha na pule, a paulista não teve de passar pelo quadro de 16. Na fase seguinte, ela voltou a encarar Eduarda Nehrke e teve uma nova vitória, 15 a 4 no placar. A sua classificação para a decisão foi com outro triunfo com larga margem: 15 a 4 sobre Luiza Lee, sua colega de clube de 21 anos, na semifinal e que terminou com um dos bronzes. repetindo seu desempenho na Etapa de São Paulo do Circuito Nacional e conquistando a primeira medalha em um Campeonato Brasileiro Adulto.

A outra medalha de bronze ficou com Isabela Cunha, do Lindóia Tênis Clube, de Rio Grande do Sul, que com apenas 17 anos conquistou seu primeiro pódio nacional adulto. Pietra Chierighini, também com 17 anos, chegou em sua primeira final de Campeonato Brasileiro.

Foto: Rosele Sanchotene/CBE

Nenhum comentário:

Postar um comentário