Evandro/Alvaro Filho e Vitor Felipe/Renato decidem o naipe masculino do Circuito Brasileiro de vôlei de praia - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Evandro/Alvaro Filho e Vitor Felipe/Renato decidem o naipe masculino do Circuito Brasileiro de vôlei de praia

Compartilhe

A primeira etapa do Circuito Brasileiro Open de Vôlei de Praia 2021 está na fase mais aguda do torneio masculino e, na tarde deste sábado (25.09), definiu as duplas finalistas. Na arena montada na Escola de Educação Física do Exército (EsEFEx), no Rio de Janeiro (RJ), Vitor Felipe/Renato Andrew e Evandro/Álvaro Filho venceram os respectivos compromissos pelas semifinais e avançam para a decisão.

A grande final da primeira parada da temporada acontece na manhã deste domingo (26.09), às 9h (hora de Brasília). Antes, às 8h, Pedro Solberg/Arthur Lanci (RJ/PR) e Oscar/Saymon se enfrentam pela terceira posição no pódio.

Juntos desde a reta final da temporada anterior, mas acostumados a treinarem juntos em João Pessoa, Vitor Felipe e Renato Andrew (PB) mostraram grande entrosamento em quadra, apesar do pouco tempo de parceria. Eles venceram Pedro Solberg/Arthur Lanci (RJ/PR) de virada com parciais de 17/21, 21/16 e 15/9. Renato, que foi eleito o melhor em quadra pela votação popular, comentou sobre a evolução da dupla e do papel do parceiro em quadra.

“Estou muito feliz. Eu e Vitor estamos trabalhando muito duro lá em João Pessoa, no CT Cangaço. O Vitor me ajudou muito neste jogo, disse o caminho para melhorar minha virada de bola. Nosso entrosamento está evoluindo. No final da temporada passada conseguimos um bronze no último Open e uma prata em Challenger, agora vamos para mais, trabalhamos para isso”, disse Renato.

Na decisão a dupla paraibana enfrentará Evandro e Álvaro Filho (RJ/PB), que disputam o torneio de estreia da parceria. Evandro e Álvaro chegaram à final depois de uma vitória sobre Oscar/Saymon (RJ/MS) por 2x1 (21/14, 18/21 e 15/9). Estar em um pódio logo na primeira competição da dupla foi motivo de comemoração para Evandro.

“Temos pouquíssimo tempo de treino juntos, ainda tem muita coisa para fazer, muita areia para comer. O Álvaro mostrou muita paciência neste jogo, e isso é um trunfo que nos ajudou a conseguirmos alcançar uma final logo no primeiro torneio juntos”, contou o atleta.

Foto: Ana Patrícia/INOVAFOTO/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário