Djokovic vence em quatro sets e fará semifinal do US Open contra Zverev - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Djokovic vence em quatro sets e fará semifinal do US Open contra Zverev

Compartilhe
Djokovic ergue os braços e comemora mais uma vitória no US Open

Líder do ranking mundial de tênis masculino, Novak Djokovic até sofreu um surto no início de sua partida, mas saiu da quadra Arthur Ashe, no complexo que recebe o US Open, com sua 26ª vitória seguida em Grand Slams, nesta temporada. Triunfo diante o italiano Matteo Berrettini por 3 sets a 1, com parciais de 5-7, 6-2, 6-2 e 6-3, em 3h27. Com mais essa vitória, o tenista sérvio alcançou a semifinal do Major estadunidense, onde vai encarar Alexander Zverev.

Zverev foi quem impediu o sonho de Djokovic, de completar o Golden Slam, que é conquistar a medalha de ouro olímpica, além dos títulos dos quatro Grand Slams. Em Tóquio 2020, o tenista alemão saiu perdendo, mas virou diante o adversário sérvio em partida válida também pela semifinal, mas em três sets, ao invés da melhor de cinco parciais, disputada nos Majors.

Agora, Djokovic e Zverev farão esse reencontro após os Jogos Olímpicos, que será a 10ª partida entre eles. A vantagem no confronto direto é do sérvio, que venceu seis vezes o alemão, incluindo partidas de Roland Garros 2019 (3x0) e do Australian Open 2021 (3x1).


O jogo

Como era de se esperar, o primeiro set foi o mais equilibrado da partida. Em suas quatro partidas anteriores no torneio, Djokovic havia perdido em duas oportunidades a primeira parcial (contra Nishikori Kei na 3ª rodada e Jenson Brooksby nas oitavas). E desta vez não foi diferente.

Apesar de Djokovic aparentar estar jogando um tênis melhor durante toda a parcial, foi Berrettini quem aproveitou a oportunidade e efetuou a primeira quebra de serviço do jogo, já no 11º game. Na sequência, o italiano, que precisou superar longos games no set, confirmou seu saque e venceu por 7-5, levantando o público presente.

Mas o ímpeto de Berrettini acabou ali. A partir do segundo set, o domínio foi total de Djokovic, que fez cinco quebras de saque até o fim do jogo, para vencer as três parciais seguintes.

Berrettini até teve chances de reverter a situação no segundo set, alcançando break points, mas o sérvio impediu seu crescimento e fechou por 6-2. Na parcial seguinte, novo 6-2 para Djokovic, mas desta vez, com o teto da quadra fechado, o que lhe favoreceu ainda mais.

No terceiro set, Djokovic abriu 3-0, com quebra de serviço, para facilmente vencer o jogo, fechando em 6-3, desta vez sem sequer precisar enfrentar break points. O líder do ranking mundial disparou 12 aces, contra 17 de Berrettini, acabou cometendo mais duplas-faltas (4 a 2), mas ganhou 64% dos pontos disputados com o primeiro serviço, frente aos 60% do italiano.

Os erros não-forçados também foram um fator neste jogo. Tentando buscar o placar, Berrettini cometeu muitos equívocos e registrou 43 erros, diante dos 28 de Djokovic.

Foto: Garrett Ellwood/USTA

Nenhum comentário:

Postar um comentário