Alemanha vence revezamento misto na etapa de Hamburgo do Circuito Mundial de triatlo

A Alemanha venceu todas as provas deste fim de semana do Circuito Mundial de triatlo (WTCS) em Hamburgo, na própria Alemanha. Depois de vencer no sábado as duas provas individuais, os anfitriões venceram neste domingo (19) a prova do revezamento misto, que não contou com o Brasil. A prata ficou com a Itália e o bronze com a Dinamarca


O time formado por Laura Lindemann (vencedora do feminino), Lasse Nygaard-Priester, Marlene Gozez-Islinger e Tim Hellwig (vencedor do masculino) fechou a prova em 01:21:39. As duas primeiras pernas foram de disputa entre alemães e britânicos, com vantagem da equipe da casa. A Nova Zelândia acompanhava de perto.


Embora na segunda perna a Grã-Bretanha e a Dinamarca tenham fechado na frente, Marlene, terceira atleta alemã, entrou muito bem, imprimiu um forte ritmo na corrida e entregou para Tim com um ritmo rápido, mantido por ele. Coube a ele segurar uma pressão enorme do italiano Gianluca Pozzatti, que colou na etapa do ciclismo. 


Na corrida, o alemão conseguiu abrir uma pequena vantagem de sete segundos e comemorou mais uma vitória em casa. 


World Triathlon anuncia cancelamento da etapa de Bermudas

Antes da realização da última prova da etapa de Hamburgo, a UIT (União Internacional de Triatlo), ou World Triathlon como é chamada, anunciou o cancelamento da próxima etapa em Bermudas, terra da atual campeã olímpica e mundial, Flora Duffy.


A competição ocorreria entre os dias 15 e 17 de outubro. Segundo a entidade, a decisão foi tomada em conjunto com as autoridades bermudenses, devido a pandemia de Covid-19. Recentemente, foi registrado alta no número de internações. 


Foto: Janos Schmidt/ World Triathlon

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024?

Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os jogos in loco.

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Postar um comentário

To Top