Thalita Simplicio e Fernada Yara avançam à final dos 400m em Tóquio 2020 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Thalita Simplicio e Fernada Yara avançam à final dos 400m em Tóquio 2020

Compartilhe
Thalita Simplicio e seu guia, Felipe Veloso da Silva

Além dos quatro ouros e dois bronzes conquistados nesta sexta-feira (27), o primeiro dia de atletismo do Brasil nas Paralimpíadas de Tóquio também ficou marcado pela classificação de duas atletas às finais dos 400m rasos. Thalita Simplicio venceu sua semifinal e chegou na decisão da T11, enquanto Fernanda Yara se garantiu na finalíssima da T47.

Thalita, ao lado do guia Felipe Veloso da Silva, já havia encarado às eliminatórias um pouco mais cedo e precisou das semifinais para ir á final e venceu sua série com 57.90. A decisão, que cotará com quatro atletas, será disputada nesta sexta, às 23h45. Outra brasileira na prova, Jhulia Karol não se classificou para a final após ficar em terceiro em sua bateria, com 59.17.

Fernanda fez o necessário para ir à final no T47. Ela terminou na terceira colocação na primeira série eliminatória, marcando 59.91. A russa Anastasiia Soloveva fez o melhor tempo da qualificatória, com 57.27. A final está marcada para a manhã de sábado (28), ás 09h07.

OUTRAS PROVAS NO DIA

Entre outras provas disputadas no dia, tivemos a final do salto em distância T11 masculino. Ricardo Costa de Oliveira, ouro na Rio-2016, não conseguiu defender seu título e acabou na sexta colocação, com 5,89m. Ele até começou bem, fazendo essa marca em sua primeira tentativa, mas sentiu um incômodo na coxa, o que acabou prejudicando toda a sua prova.

Ricardo é irmão de Silvania, que conquistou o ouro nesta mesma prova e categoria, na sessão matutina do atletismo (noite no horário de Brasília). Ele tem 39 anos e, além do ouro na Rio-2016, foi medalhista de bronze no Mundial de Londres 2017.

O campeão do salto em distância T11 - para cegos - foi o chinês Dongdong Di, com 6,47m. O estadunidense Lex Gillette marcou 6,17m para ficar com a prata. Já o francês Ronan Pallier completou o pódio, marcando 6,15m.

Já Edneusa Jesus não avançou à final dos 1.500m T13. Ela terminou na sexta colocação em sua bateria eliminatória, com 5:12.12, quase 20 segundos atrás da última classificada (quarto lugar). Destaque desta prova foi a espanhola Maria del Carmen Paredes Rodriguez, que tem 58 anos e competiu em Tóquio, terminando em sétimo lugar, com 5:56.71.

Foto de capa: Alê Cabral/CPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário