Peruth Chemutai, de Uganda, leva ouro nos 3.000m com obstáculos feminino em Tóquio - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Peruth Chemutai, de Uganda, leva ouro nos 3.000m com obstáculos feminino em Tóquio

Compartilhe
Uganda atletismo Olimpíadas Tóquio

A ugandense Peruth Chemutai sagrou-se campeã olímpica nos 3.000m com obstáculos nesta quarta-feira (04), em Tóquio. Com direito a recorde nacional, ela marcou 9:01.45 e faturou a primeira medalha dourada de seu país nesta Olimpíada. A prata foi para Courtney Frerichs, dos Estados Unidos, e o bronze ficou com a queniana Hyvin Kiyeng.  


Chemutai liderou praticamente toda a prova e venceu com mais de três segundos sobre a segunda colocada. Frerichs terminou com 9:04.79. Hiyeng, em terceiro, marcou 9:05.39. A principal favorita ao ouro, a queniana Beatrice Chepkoech, atual campeã mundial, não fez uma boa corrida e terminou na sétima posição, em 9:16.33. 


Além do ugandense, outros três recordes nacionais foram quebrados na prova, com destaque para os 9:14.84 de Marusa Mismas-Zrimsek, da Eslovênia, que terminou em sexto. A britânica Elizabeth Bird anotou 9:19.68 e ficou na nona posição. Já a canadense Genevieve Lalonde, com 9:22.40, terminou na 11ª colocação.


Peruth Chemutai conquistou o primeiro ouro de Uganda nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O país já havia faturado uma prata e um bronze, numa dobradinha nos 10.000m masculino, com Joshua Cheptegei e Jacob Kiplumo. Em toda a história, este é o terceiro ouro - todos vieram do atletismo - e a décima medalha de Uganda.


Foto de capa: Kai Pfaffenbach/REUTERS

Nenhum comentário:

Postar um comentário