Medalhista olímpica no dardo em Tóquio, polonesa leiloa medalha para ajudar criança com deficiência cardíaca


Medalhista olímpica de prata do lançamento de dardo em Tóquio-2020, a polonesa Maria Andrejczyk leiloou sua medalha para ajudar uma criança que tem um grande deficiência cardíaca.

A medalha foi vendida por 44 mil euros e Andrejczky ainda arrecadou mais 35 mil euros por meio de uma conta destinada a ajudar o menino. Todo o dinheiro arrecadado será destinado para o tratamento da criança, nos Estados Unidos.

“Foi realmente um impulso. Senti que essa medalha não podia ficar comigo porque me recordo quanto o tive que lutar contra a adversidade e a dor. O valor real da medalha permanece no coração, mas é um objeto que pode ser de grande valor para os outros. Essa prata pode salvar vida ao invés de acumular pó no armário. Por isso decidi leiloa-la para ajudar o menino” disse a atleta polonesa.

A própria Andrejczyk, de 25 anos, possui uma história de superação. Em 2018 ela sofreu com um osteosarcoma, um tipo de câncer no osso. A atleta superou rapidamente essa adversidade, mas a fez enxergar a vida de outra maneira.

O governo da província de Podlasie, terra natal da lançadora, já se prontificou a entregar a atleta uma réplica da medalha de prata.

Foto: Kirill Kudryavtsev/AFP

0 Comentários