Evandro/Bruno Schmidt perdem para letões e caem nas oitavas de Tóquio - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Evandro/Bruno Schmidt perdem para letões e caem nas oitavas de Tóquio

Compartilhe

Mais uma dupla brasileira do vôlei de praia perdeu nas oitavas de final e foi eliminada do torneio olímpico de Tóquio-2020. Depois de Ágatha/Duda, Evandro/Bruno Schmidt foram derrotados nesta segunda-feira (02) para os letões Plavins/Tocs, por 2 sets a 1 (21-19 e 21-18). Agora, apenas Alison/Alvaro e Ana Patrícia/Rebecca seguem na briga por medalhas.


O carioca Evandro e o campeão olímpico Bruno chegavam invictos para o duelo, mas encontraram muita resistência frente aos europeus, principalmente no setor defensivo. Os dois sets tiveram a mesma tônica: os letões tomaram frente no início da parcial, abriram vantagem na metade e seguraram até o final. 


A parte física também pesou muito para os brasileiros, que se mostraram cansados em alguns momentos pela forte imposição dos adversários. Vale lembrar que a dupla teve muitos problemas nos últimos meses pré-Olimpíada. Bruno Schmidt foi infectado pela Covid-19 no começo do ano e ficou quase dois meses longe das quadras.


Plavins/Tocs evitaram um esperado confronto brasileiro nas quartas de final do torneio. Caso Bruno/Evandro vencessem, poderiam enfrentar Alison/Alvaro Filho, que jogarão ainda nesta segunda (02), às 09h, contra os mexicanos Gaxiola/Rubio, pelas oitavas de final. Ana Patricia/Rebecca, no feminino, já estão nas quartas de final.


O Brasil é o país que mais conquistou medalhas olímpicas no vôlei de praia, com 13 ao todo (três ouros, sete pratas e três bronzes). A modalidade faz parte do programa desde Atlanta-1996 e o Brasil foi ao pódio em todas as edições desde então. Na Rio-2016, foram um ouro, com Alison/Bruno, e uma prata, com Ágatha/Duda.


O jogo

A primeira parcial foi disputada. Os letões chegaram a abrir três pontos de vantagem no começo do set, mas que foi rapidamente anulada pela dupla brasileira. Com dois pontos de bloqueio de Evandro, o Brasil virou em 13-12. Plavins/Toncs viraram e os brasileiros precisaram correr atrás do placar. Na reta final, os letões voltaram a abrir e fecharam a parcial em 21-19, depois de dois set points salvos.


A dupla europeia voltou melhor para o segundo set e abriu 8-5 de vantagem. Os brasileiros queimaram seu tempo técnico logo no início da parcial e não podiam mais parar o jogo. Plavins/Tocs seguiram melhor e tiveram 15-11. Bruno conseguiu dois ótimos ataques e diminuiu para 15-13. O campeão olímpico na Rio-2016 precisou trabalhar muito e mostrou-se visivelmente cansado


Plavins/Tocs se aproveitaram e, contando também com doses de sorte, não deixaram os brasileiros cresceram na parcial. Com dois pontos seguidos com toques de primeira de Plavins - assim como fez Ludwig no dia anterior, na vitória sobre Ágatha/Duda -, os letões abriram 19-15. Evandro/Bruno ainda chegaram a cortar a diferença para 19-18 e por pouco não empataram, mas Evandro cometeu uma falta na rede. Com ótimo saque, os europeus forçaram o erro dos brasileiros e fecharam a partida.


Foto de capa: John Sibley/REUTERS

Nenhum comentário:

Postar um comentário