Yaras marcam 1º try em Tóquio 2020, mas são atropeladas pela França - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Yaras marcam 1º try em Tóquio 2020, mas são atropeladas pela França

Compartilhe

O Brasil Yaras, seleção de rugby sevens feminino, perdeu sua segunda partida nos Jogos Olímpicos de Tóquio, nesta quinta-feira (29). Elas foram atropeladas pela França, vice-campeãs europeias em 2018 e 2019, pelo placar de 40 a 5, complicando sua situação no Grupo B. 

Os destaques do jogo foram as atuações de Anne-Cecile Ciofani e Lina Guerin, que anotaram 10 pontos cada. Nossa seleção, por sua vez, conseguiu marcar o primeiro try na competição, que veio numa corrida de Bianca Silva, no segundo tempo.

Com mais essa derrota brasileira e um triunfo contundente de Fiji contra o Canadá (26 a 12), as Yaras ficaram longe da classificação às quartas de final do torneio olímpico de rugby sevens. Nossa seleção aparece em quarto lugar no Grupo B, com apenas dois pontos e saldo negativo de 68 pontos.


A França lidera o grupo, com seis pontos e saldo positivo de 42. O Brasil fará seu último jogo na fase de grupos contra Fiji, nesta quinta-feira (29), às 21h. 

O jogo

O Brasil novamente deu sinais de que faria um bom início de partida, assim como foi contra o Canadá, na estreia. Porém, logo aos 2:44, o Brasil cometeu um passe errado no meio do campo e Anne-Cecile Ciofani fez a interceptação, para correr livre, com a defesa brasileira aberta e marcar o primeiro try do jogo.

Foto: Andrew Boyers/Reuters
A França seguiu pressionando a saída de bola brasileira, que forçou novamente a jogada. Mais uma vez nossa seleção teve um turnover e Ciofani marcou o try, sem nenhuma defensora brasileira para contestar.

O Brasil ficou ainda mais atrás no placar após Guerin superar a defesa brasileira e deixar a França com 19 pontos de vantagem ao término do primeiro tempo.

Com 54 segundos do segundo tempo no relógio, Bianca Silva diminuiu a vantagem da França, marcando o primeiro try do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Essa foi a única falha defensiva da seleção francesa em todo o jogo, que foi superada por uma boa jogada brasileira.

Depois, o protagonismo foi inteiro da França, que marcou outros três trys. No fim do jogo, Bianca Silva ainda tomou um cartão amarelo, na tentativa de evitar um avanço da França, sem sucesso. Sem novas chances brasileiras, nossas adversárias venceram por 40 a 5.

Foto: Siphiwe Sibeko/Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário