Remo define primeiros finalistas olímpicos de Tóquio-2020 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Remo define primeiros finalistas olímpicos de Tóquio-2020

Compartilhe
Remo Olimpíadas

Ainda que a cerimônia de abertura não tenha decretado seu início oficial, os Jogos Olímpicos de Tóquio já começaram. E já temos até os primeiros finalistas olímpicos! As primeiras baterias preliminares do remo foram disputadas na noite brasileira desta quinta-feira (22), no Sea Forest Waterway, e definiram oito barcos finalistas, no skiff quádruplo masculino e feminino.

Contando com apenas dez embarcações inscritas, cada naipe do skiff quádruplo foi dividido em duas séries de cinco, em que os dois primeiros avançaram à Final A. No masculino, Países Baixos, Austrália, Polônia e Itália se garantiram. No feminino, avançaram Alemanha, Países Baixos, China e Polônia. Ainda haverá uma repescagem, em que os dois primeiros de cada naipe vão à final, que acontecerá na segunda (26).

Outras quatro provas foram disputadas no dia. O brasileiro Lucas Verthein esteve presente na primeira bateria do skiff simples e fez bonito, ficando em terceiro lugar e avançando de forma direta às quartas de final. Sua prova foi vencida pelo norueguês Kjetil Borch. Stefanos Ntouskos (GRE), Sverri Nielsen (DEN), Trevor Jones (CAN), Damir Martin (CRO) e Oliver Zeidler (GER) ganharam as séries seguintes, todos com tempos inferiores aos da primeira.

Alemanha remo Olimpíadas de Tóquio
Olivier Zeidler é o atual campeão mundial no single skiff e é um dos favoritos ao ouro em Tóquio (Foto: World Rowing)
Além de Lucas, outro latino-americano se garantiu nas quartas do skiff simples: o peruano Alvaro Torres Masias, que ficou em terceiro lugar na segunda série. Entre as seis baterias, a mais disputada foi a última, que contou com o atual campeão mundial, Zeidler. Ele venceu com 7m00s40, apenas dois segundos a frente do japonês Arakawa Ryuta. O egípcio Abdelkhalek Elbana foi o terceiro, com 7m03s44, e o neerlandês Finn Florijn foi o quarto, com 7m04s56, indo para a repescagem.

Já no skiff simples feminino, que também foi disputado em seis baterias, as vitórias foram, em ordem, para: Kara Kohler (USA), Sanita Puspure (IRL), Hanna Prakatsen (ROC), Victoria Thornley (GBR), Magdalena Lobnig (AUT) e Emma Twigg (NZL). Entre tantas atletas, destaque para a mexicana Kenia Lechuga e a porto-riquenha Veronica Toro Arana, que se classificaram para as quartas, assim como Maike Diekmann, da Namíbia.

Remo Olimpíadas Namíbia
Maike Diekmann é a primeira atleta da Namíbia a disputar os Jogos Olímpicos no remo (Foto: World Rowing)
Já no skiff duplo masculino, disputadas em três baterias com quatro ou cinco duplas cada, os três primeiros avançaram às semifinais A/B, enquanto os demais foram encaminhados para a repescagem. Hugo Boucheron/Matthieu Androdias (FRA), Miroslaw Zietarski/Mateusz Biskup (POL) e Melvin Twelaar/Stef Broenink (NED) foram os vencedores.

Essas provas foram marcadas por condições favoráveis de vento e da água. Os franceses estabeleceram o melhor tempo olímpico na primeira bateria, com 06m10s45, mas os neerlandeses bateram a marca logo em seguida, com 06m08s38. Este tempo, que tem a sigla de "OB", existe nas provas aquáticas abertas, como maratonas aquáticas, canoagem e remo, e não pode ser considerado um recorde, já que as provas acontecem sob diferentes condições.

Holanda remo Olimpíadas
Os neerlandeses Melvin Twelaar e Stef Broenink estabeleceram o melhor tempo da história olímpica no skiff duplo masculino (Foto: World Rowing)
Entre as mulheres, no skiff duplo feminino, Brooke Donoghue/Hannah Osborne (NZL), Ancuta Bodnar/Simona Radis (ROU) e Lisa Scheenaard/Roos de Jong (NED), as três duplas favoritas ao ouro, venceram suas baterias, ainda que de forma apertada. Assim como no masculino, apenas quatro barcos participarão da repescagem: República Tcheca, Comitê Olímpico Russo, Alemanha e China.

Vale destacar que nenhum atleta foi eliminado ainda. Todos aqueles que não se garantiram nas quartas, semis ou até na final disputarão a repescagem de suas respectivas provas. O remo segue com suas disputas nesta sexta-feira (23), a partir das 20h30, no horário de Brasília. Lucas Verthein retornará às águas no domingo (25). Já as finais do skiff quádruplo só serão disputadas na noite de segunda (26).


Fotos: Divulgação/World Rowing

Nenhum comentário:

Postar um comentário