Presidente do Comitê Olímpico da Namíbia faz queixa sobre caso de Mboma e Masilingi - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Presidente do Comitê Olímpico da Namíbia faz queixa sobre caso de Mboma e Masilingi

Compartilhe

 


Comitê Olímpico da Namíbia, através de seu presidente Abner Xoagub, declarou que é inaceitável a atitude da World Athletics em relação as atletas Beatrice Masilingi e Christine Mboma.

Em declaração a um jornal local, Xoagub acusou a World Athletics de quebrar o acordo de confidencialidade depois as duas atletas de 18 anos foram excluídas da lista dos 400 m para os Jogos Olímpicos por terem produção natural de testosterona acima do permitido.

A notícia ocorreu, poucos dias depois de Mboma cravar a melhor marca do ano nos 400 m e se colocar como candidata ao ouro na distância em Tóquio.

Xoagub acusou que o comitê regulador da World Athletics invadiu o direito de privacidade e confidencialidade das atletas.

De acordo com estatuto da World Athletics, atleta do naipe feminino com níveis de testosterona produzidos de forma natural acima do permitido não podem competir em distância entre 400m e 1500 m.

O problema enfrentado pelas atletas da Namíbia é semelhante a situação enfrentada por Caster Semenya, que foi impedida de defender seu título olímpico.

Foto: Yle

Nenhum comentário:

Postar um comentário