Menezes salva dez match points, mas perde para Cilic em Tóquio; Demoliner e Melo são derrotados nas duplas - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Menezes salva dez match points, mas perde para Cilic em Tóquio; Demoliner e Melo são derrotados nas duplas

Compartilhe

Após uma atuação memorável até a metade do segundo set e dez match points salvos, o tenista brasileiro João Menezes acabou levando a virada diante o croata Marin Cilic, campeão do US Open de 2014, e foi eliminado dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Vitória de Cilic por 2 sets a 1, com parciais de 6-7 (5), 7-5 e 7-6 (7), em 3h23 de jogo.

O croata três vezes finalista de Grand Slam e atual número 36 do mundo encara na próxima rodada, o vencedor do confronto entre o espanhol Pablo Carreno Busta, cabeça de chave número 6 do torneio, e o estadunidense Tennys Sandgren.


Sem ceder break points no primeiro set, Menezes foi muito sólido em grande parte do jogo. Tanta competência fez com que Cilic não conseguisse pressioná-lo. O brasileiro até teve três chances de quebra, mas o croata sempre parecia com super saques ou uma direita fulminante. Assim, a parcial foi ao tiebreak.

No desempate, Menezes saiu atrás, após três pontos seguidos de Cilic. Mas o mineiro se recuperou, virou o placar e tomou conta do tiebreak, garantindo o set ao vencer por 7-6 (7 a 5). Ao longo da parcial, o croata teve cinco aces, contra um do brasileiro, que mesmo pulando a frente no marcador, curiosamente conquistou menos pontos que o adversário (43 a 42).


A segunda parcial também teve seu momento de muito equilíbrio. O marcador chegou a apontar 3-3, com Cilic precisando salvar break point mesmo apresentando dificuldades no saque. Até que no sétimo game do set, Menezes novamente se impôs, jogou muito e garantiu a quebra de serviço.

Foto: Gaspar Nóbrega/COB

A partir daquilo, tudo levava a crer que Menezes fecharia o duelo e conquistaria a vaga na próxima fase. Porém, Cilic elevou seu nível exatamente enquanto o brasileiro sacava para o jogo, acertou devoluções mágicas e com uma bola de backhand na paralela, devolveu a quebra de saque, deixando o placar em 5-5.

Cilic passou então a usar toda a sua experiência de carreira. Atacou mais e também soube aproveitar os erros de Menezes. De forma tranquila, o croata quebrou o saque do brasileiro pela segunda vez e empatou o jogo, ao vencer o set, forçando a disputa da terceira parcial. 

O terceiro set insano

No terceiro set Cilic mostrou todo seu poder em quadra. Usou a força de seus golpes e contou com uma queda brusca de desempenho do adversário para abrir 5-0. Mas assim como no segundo set, quem estava com a responsabilidade de fechar o jogo, sucumbiu.

Menezes então começou sua remontada. Foi salvando match points e mudando aos poucos o panorama do jogo. Venceu seis games seguidos, com três quebras de saque. Quando sacou para o jogo, perdeu o serviço novamente, com Cilic forçando o tiebreak.

O desempate foi ainda mais insano. Cada um dos tenistas teve a oportunidade de vencer a partida, mas no final, o triunfo ficou com Marin Cilic, que venceu o tiebreak por 9 a 7. 

Demoliner e Melo perdem para Pavic e Mektic

Talvez fosse a estreia mais indesejável. Na frente de Marcelo Demoliner e Marcelo Melo, na primeira partida da dupla dentro dos Jogos Olímpicos, neste sábado (24), estavam os poderosos croatas Mate Pavic e Nicola Mektic. Os brasileiros até tiveram chances nos dois sets, mas sucumbiram diante a melhor parceria de 2021, pelo placar de 7-6 (6) e 6-4

Demoliner e Melo tiveram cinco break points ao longo de toda a partida, sendo quatro só no segundo set. Mas os croatas foram mais efetivos, ao conquistarem a quebra de saque no 10º game da parcial, fechando em 6-4 para ficarem com a vitória. 
 
Foto: Gaspar Nóbrega/COB

Nenhum comentário:

Postar um comentário