Distria Krasniqi e Takato Naohisa conquistam os primeiros ouros do judô em Tóquio-2020 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Distria Krasniqi e Takato Naohisa conquistam os primeiros ouros do judô em Tóquio-2020

Compartilhe

Foram definidos na manhã deste sábado (24) os primeiros medalhistas olímpicos de Tóquio-2020 no judô. Distria Krasniqi, do Kosovo, e Takato Naohisa, do Japão, foram os grandes destaques do dia, conquistando a medalha de ouro nas respectivas peso ligeiro após vencerem quatro lutas no Nippon Budokan. O Japão foi o único país a ir duas vezes ao pódio: Tonaki Funa ficou com a prata entre as mulheres.


Krasniqi derrotou Tonaki na final com um ippon aplicado a 20 segundos do fim. Antes de chegar à decisão, a kosovar, que é líder do ranking mundial, estreou com vitória por ippon sobre a brasileira Gabriela Chibana; e passou em seguida pela taiwanesa Lin Chen-Hao, também por ippon. Já na sessão das finais, fez um "clássico" com a mongol Urantsetseg Munkhbat e ganhou por waza-ari.


A medalha de Krasniqi é a segunda medalha de Kosovo em Olimpíadas, a segunda de ouro. A jovem nação europeia fez sua primeira aparição olímpica na Rio-2016 e teve Majlinda Kelmendi, também do judô, conquistando o ouro na categoria até 52kg. Kelmendi defende seu título amanhã, em Tóquio. Kosovo tem virado uma potência na modalidade e pode conquistar ainda mais medalhas nesta edição.


A ucraniana Daria Bilodid, bicampeã mundial, e Urantsetseg Munkhbat ficaram com os bronzes da categoria. A ucraniana derrotou a israelense Shira Rishony na disputa de terceiro lugar, com um ippon, enquanto a mongol bateu a portuguesa Catarina Costa, por estrangulamento. Curiosamente, das quatro medalhistas da categoria, apenas Krasniqi não tem um título mundial no currículo, justamente ela que se sagrou campeã olímpica.


Entre os homens, o japonês Takato Naohisa confirmou seu favoritismo depois da eliminação precoce do russo Robert Mshvidobadze e conquistou o ouro na categoria até 60kg. Tricampeão mundial e agora olímpico, ele bateu o taiwanês Yang Yung Wei na final, com um ippon. Cabeça de chave número 2, Takato também encontrou com o belga Jorre Berstraeten, o georgiano Lukhumi Chkhviamiani e o cazaque Yeldos Smetov em seu caminho.


Obviamente, o taiwanês ficou com a prata. Ele tem 23 anos e é o 11º colocado do ranking. Já os bronzes foram para Yeldos Smetov, que faturou sua segunda medalha olímpica depois de ter sido prata na Rio-2016, e o francês Luka Mkheidze, que surpreendeu por ser o 20º colocado do ranking mundial. Esses três atletas faturaram a primeira medalha de seus respectivos países em Tóquio-2020.


Gabriela Chibana e Eric Takabatake foram os representantes brasileiros no dia. Ambos venceram uma luta e foram derrotados na segunda rodada. Chibana perdeu para Distria Krasniqi, enquanto Taka parou em Kim Won Jin. No segundo dia de disputas, Larissa Pimenta (52kg) e Daniel Cargnin (66kg) entrarão em ação no Nippon Budokan.


Foto de capa: Divulgação/IJF

Nenhum comentário:

Postar um comentário