Por tensões crescentes com a China, Índia decide ir sem marca de uniforme para Tóquio - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Por tensões crescentes com a China, Índia decide ir sem marca de uniforme para Tóquio

Compartilhe

A Associação Olímpica da Índia (IOA) decidiu na terça-feira (8) não ir com os uniformes feitos pela empresa chinesa esportiva Li Ning para Tóquio e irá utilizar vestimentas sem marca nos Jogos Olímpicos deste ano.

Na última semana, a IOA chegou a apresentar os uniformes concebidos pela Li Ning que iria utilizar no Japão, entretanto o fato de ser uma empresa chinesa gerou diversas criticas e levou o ministro do esporte a aconselhar a não usar os mesmos no Japão.

Em uma declaração, a IOA disse que compreende a emoção dos torcedores e abriu mão do contrato de fornecimento com a Li Ning. A entidade disse ainda que todos os atletas e treinadores utilizarão vestimentas sem marca nos Jogos Olímpicos.

A decisão é mais uma consequência entre a crescente tensão entre Índia e China. Aumentaram as exigência de boicotes a produtos chineses após os incidentes ocorridos entre as tropas dos dois países na região do Himalaia em 2020.

Mas segundo fontes, o IOA está conversando com outras empresas para garantir que os atletas do país não disputem os Jogos sem uniformes de marca, o que foi confirmado por um dirigente.

Os uniformes cerimoniais (cerimonia de abertura e encerramento) da Índia serão produzidas pela Raymonds.

Foto: Reprodução/Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário