Pedro marca dois e Brasil goleia Sérvia em último teste antes da convocação olímpica - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Pedro marca dois e Brasil goleia Sérvia em último teste antes da convocação olímpica

Compartilhe
Pedro e Bruno Guimarães comemora gol do Brasil

O Brasil venceu a seleção sub-21 da Sérvia por 3 a 0 em partida amistosa realizada na tarde desta terça-feira (8) no Estádio Maracanã de Belgrado, na Sérvia. Os gols da seleção olímpica foram marcados pelo lateral Guilherme Arana e duas vezes pelo atacante Pedro.


A partida de hoje foi para a seleção se redimir da derrota para Cabo Verde no último sábado. Jardine optou por três mudanças comparado ao primeiro amistoso, com Breno no lugar de Cleiton no gol, e Martinelli e Malcolm nos lugares de Antony e Rodrygo, no ataque.


Com o triunfo desta terça, o Brasil encerra os testes antes do técnico André Jardine convocar os 18 atletas que representarão o país no futebol olímpico. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou que a convocação final será realizada em 17 de junho, podendo contar com três nomes acima dos 23 anos. Em Tóquio-2020 o Brasil estreia contra a Alemanha em 23 de julho.


Times iniciais

Sérvia: Gordic (C), Bjekovic, Marjanovic, Mitrovic, Danicic, Topic, Tetek, Milosavljevic, Pavlovic, Vidosavyjevic e Ilic. Entraram: Stulic, Jankovic, Derlek, Zukic, Lucic, Neskovic


Brasil: Breno, Gabriel Menino, Nino, Gabriel Magalhães, Guilherme Arana, Gerson, Claudinho, Bruno Guimarães (C), Malcolm, Gabriel Martinelli e Pedro. Entraram: Guga, Liziero, Mateusinho, Rodrygo, Antony, Reinier


O jogo

Não a toa a seleção olímpica opta por laterais como Gabriel Menino e Guilherme Arana, dois laterais bastante ofensivos. Pelas laterais saíam as principais jogadas do Brasil no primeiro tempo, que contou com chegada perigosa dos sérvios por volta dos 30 minutos. 


Porém, quem chegou com mais força foi o Brasil, novamente pelas laterais. Em inversão de bola da direita para a esquerda, Guilherme Arana - sem deixar a bola encostar no chão - emendou um chutaço para abrir o placar aos 33 minutos. 


 

O Brasil seguiu pressionando os sérvios, criando mais uma bela jogada de ataque por volta dos 40, em cruzamento de Malcolm e chute de Pedro no travessão. A bola ainda voltou na linha, gerando dúvidas de se realmente não entrou.


O Brasil voltou para a segunda etapa com Guga na lateral direita e novamente pressionando a seleção sérvia. Logo nos 10 primeiros minutos a seleção chegou duas vezes com muito perigo. Em uma delas a bola não entrou por pouco, com o zagueiro da Sérvia tirando uma bola quase que em cima da linha.


Aos 26 minutos o Brasil voltou a assustar a defesa da Sérvia com passe de letra do Claudinho para Martinelli, que bateu cruzado pela linha de fundo. O lance esquentou o segundo gol do Brasil, que viria a sair na sequência com o artilheiro Pedro em jogada com o Malcolm.


 

Um minuto depois foi a vez de mais uma ótima jogada de Guilherme Arana que terminou com mais um gol de Pedro, que tocou quase de calcanhar na pequena área aos 31 do segundo tempo. A partir daí a seleção brasileira só administrou o placar, dando liberdade para André Jardine variar a equipe antes do apito final aos 45 do segundo tempo, sem acréscimos.


Foto em destaque: Ricardo Nogueira/CBF

Nenhum comentário:

Postar um comentário