Lilly King vence os 100m peito na Seletiva Olímpica dos Estados Unidos - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Lilly King vence os 100m peito na Seletiva Olímpica dos Estados Unidos

Compartilhe

No terceiro dia da Seletiva Olímpica de Natação dos Estados Unidos,  Lilly King venceu os 100m peito feminino. Com um tempo de 1:04.79, King fez o melhor tempo do mundo em 2021. A estadunidense levou o ouro da prova na Rio 2016 e vai defender seu título em Tóquio.

Lydia Jacob ficou em segundo lugar nos 100m peito com 1:05.28, segunda melhor marca do mundo este ano, atrás apenas de King. Aos 17 anos, Jacob se tornou a primeira nadadora nascida no Alaska a se classificar para uma Olimpíada.

A final dos 200m livre masculino definiu os classificados para a prova individual e para o revezamento. Kieran Smith venceu a prova com 1:45.29. Towley Haas ficou em segundo lugar com 1:45.66. Drew Kibler, terceiro com 1:45.92, e Andrew Seliskar, com 1:46.34, se juntam a Smith e Haas no revezamento 4x200m livre. Zach Apple e Patrick Callan ficaram em quinto e sexto lugar respectivamente e podem ser convocados para serem reservas no revezamento.

Regan Smith ganhou os 100m costas feminino com um tempo de 58.35, se classificando para sua primeira Olimpíada, aos 19 anos. Smith era a dona do recorde mundial até dois dias atrás, quando Kaylee McKeown abaixou a marca na seletiva australiana. Rhyan White ficou em segundo lugar com 58.60. White foi medalha de bronze na prova nos Jogos Olímpicos da Juventude de Buenos Aires, em 2018. Olivia Smoliga, bronze nos 100m costas no Mundial de 2019, ficou em terceiro lugar com 58.72 e está fora da Olimpíada na sua principal prova.

Nos 100m costas masculino, Ryan Murphy confirmou o favoritismo e terminou em primeiro lugar com 52.33. Murphy é o atual campeão olímpico e recordista mundial da prova. Hunter Armstrong  estava em sétimo lugar na virada dos 50 metros e disparou na volta da prova, terminando em segundo, com um tempo de 52.48, se classificando para Tóquio 2020.

A USA Swimming realizou ao final das provas uma tomada de tempo extra para os nadadores dos 400m livre masculino, já que apenas o campeão, Kieran Smith, tinha o índice da Federação Internacional de Natação (FINA). Apenas Jake Mitchell, que havia ficado em segundo lugar, nadou. E com um tempo de 3:45.86, Mitchell fez o índice e se classificou para Tóquio 2020.

A sessão desta terça-feira (15) também teve três semifinais. Nos 200m livre feminino, Katie Ledecky fez o melhor tempo: 1:55.83. Luca Orlando e Zach Harting, nadando em baterias diferentes, empataram na primeira posição da semifinal dos 200m borboleta masculino, ambos com 1:55.21. Alex Walsh avançou com 2:08.87 para a final dos 200m medley feminino. É o terceiro melhor tempo do mundo este ano.

Equipe de natação dos Estados Unidos em Tóquio 2020 até o momento:
Masculino
Chase Kalisz - 400m medley
Jay Litherland - 400m medley
Kieran Smith - 200m, 400m livre e revezamento 4x200m livre
Michael Andrew - 100m peito
Andrew Wilson - 100m peito
Townley Haas - 200m livre e revezamento 4x200m livre
Drew Kibler - revezamento 4x200m livre
Andrew Seliskar - revezamento 4x200m livre
Jake Mitchell - 400m livre

Feminino
Emma Weyant - 400m medley
Hali Flickinger - 400m medley
Katie Ledecky - 400m livre
Paige Madden - 400m livre
Torri Huske - 100m borboleta
Claire Cruzan - 100m borboleta
Lilly King - 100m peito
Lydia Jacoby - 100m peito
Regan Smith - 100m costas
Rhyan White - 100m costas

Foto de capa: Jack Spitser/Spitser Photography

Nenhum comentário:

Postar um comentário