Casos de Covid-19 tiram brasileiros das finais de Copa do Mundo de canoagem slalom - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Casos de Covid-19 tiram brasileiros das finais de Copa do Mundo de canoagem slalom

Compartilhe



O Brasil não participou do último dia de provas da primeira etapa da Copa do Mundo de canoagem slalom, disputada neste domingo (13), em Praga, na República Tcheca. Dois atletas da equipe, Kauã da Silva e Guilherme Rodrigues, testaram positivo para a Covid-19 em exame RT-PCR realizado no último sábado e afastaram toda a equipe brasileira da competição.


Apenas Kauã e Guilherme testaram positivo. Ambos estão assintomáticos e isolados do restante da delegação, recebendo orientação e adotando os procedimentos das autoridades sanitárias locais. Ana Sátila, Pepê Gonçalves, Mathieu Desnos, Felipe Borges e Omira Estácia testaram negativo, mas não foram à água neste domingo por precaução. 


A Copa do Mundo começou na última sexta-feira (11) e o Brasil havia garantido cinco vagas nas semifinais das provas olímpicas. Ana Sátila não se garantiu na final do K1 feminino, tendo ficando em 14º na semifinal realizada no sábado. O mesmo aconteceu com Pepê Gonçalves e Mathieu Desnos, que foram muito penalizados e ficaram entre os últimos no K1 masculino. 


Ana e Pepê, já garantidos na Olimpíada de Tóquio, voltariam a competir neste domingo. Ela pela semifinal do C1 - e, possivelmente, para a final -, e ele na canoagem slalom extreme, prova que entrará no programa olímpico em Paris-2024. Felipe Borges participaria da semifinal masculina do C1 e Omira  e Guilherme também disputariam a canoagem slalom extreme.


Histórico do protocolo adotado pela delegação

Kauã da Silva e Guilherme Rodrigues chegaram na República Tcheca há pouco mais de uma semana, em viagem realizada junto a Felipe Borges e Omira Estácia. Os canoístas haviam realizado exames RT-PCR antes de sair do Brasil e todos testaram negativo. Na chegada em Praga, foram realizados novos exames e o resultado também foi negativo. 


No sábado (12), seguindo todos os protocolos adotados pela delegação e também para poder participar dos eventos oficiais da Federação Internacional de Canoagem (ICF) foi feito mais um exame de rotina, onde foi detectado positivo para Kauã e Guilherme. Ana Sátila, Pedro Gonçalves e Mathieu Desnos estão na Europa desde abril. Semanalmente, os atletas também realizam exames de RT-PCR e os resultados deram negativos.

 

Na próxima semana será realizada a etapa da Copa do Mundo em Markkleeberg, na Alemanha, onde serão seguidos os mesmos protocolos, os canoístas serão testados novamente e só irão viajar para a competição caso tenham testado negativo. Kauã da Silva e Guilherme Rodrigues ficarão em Praga adotando as medidas sanitárias das autoridades locais.


Foto de capa: Jonne Roriz/COB

Nenhum comentário:

Postar um comentário