Paltrinieri vence maratona e italiano de 14 anos é ouro no Europeu de Esportes Aquáticos - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Paltrinieri vence maratona e italiano de 14 anos é ouro no Europeu de Esportes Aquáticos

Compartilhe
Dario Verani Gregorio Paltrinieri itália europeu esportes aquáticos

A Itália foi o grande nome no terceiro dia do Campeonato Europeu de Esportes Aquáticos,  levando várias medalhas e títulos na maratona aquática e saltos ornamentais em Budapeste enquanto a Rússia continuou seu domínio no nado artístico na capital da Hungria. Nesta quarta-feira (12) aconteceram as primeiras disputas de maratona aquática, com um balde de água fria para quem esperava grandes surpresas. Os campeões olímpicos Gregorio Paltrinieri e Sharon van Rouwendaal venceram suas provas. 


Campeão nos 1.500m no Rio 2016, Paltrinieri mostrou que além de ser favorito ao bi na prova mais longa da piscina será um forte candidato ao pódio nos 10km em águas abertas. Na prova não-olímpica de 5km, ele esteve sempre acompanhando os líderes e conseguiu dar um sprint final para a vitória em 55 minutos, 43 segundos e 3 décimos


Surte+ Ucrânia vence dois ouros no segundo dia do Europeu de Esportes Aquáticos


O fenômeno italiano nadou apenas pela segunda vez a competição. “Foi meu primeiro europeu em águas abertas. Me diverti e venci. Não é uma distância olímpica, mas é um ótimo teste. Amanhã (quinta, 13), são os 10km e os adversários são os mesmos. Esse é o momento em que quero fazer bem e para o que eu investi tanto”, declarou de acordo com a página italiana do Swim Swam, deixando um recado claro aos adversários: “Eu quero tudo!”.


Medalhista de bronze na Rio 2016 nos 10km e campeão mundial nos 5km em 2017, também em Budapeste, o francês Marc-Antoine Olivier ficou com a medalha de prata, terminando em 55 minutos, 45 segundos e 1 décimo. Um segundo e meio atrás, o italiano Dario Verani ficou com o bronze, a frente do húngaro Rasovszky Kristóf, garantindo a festa italiana no pódio. Rasovsky foi campeão mundial na distância em 2019 e também garantido em Tóquio.

Sharon van Rouwendaal países baixos holanda
Com o tradicional uniforme laranja, Sharon van Rouwendaal comemora ouro para os Países Baixos na maratona aquática - Foto: Alfredo Falcone / La Presse

Na disputa feminina, a neerlandesa Sharon van Rouwendaal liderou em todas as últimas parciais para completar os 5km em 58 minutos, 45 segundos e 2 décimos. A italiana Giulia Gabbrielleschi ficou com a prata com 58.49.3 e a juvenil francesa Océane Cassignol terminou em terceiro, dois segundos e um décimo atrás de Gabbrielleschi. Do pódio, apenas von Rouwendaal estará em Tóquio, enquanto Lara Grangeon, quarta no europeu, representará a França nos Jogos Olímpicos. Rachele Bruni, representante italiana em Japão não disputou a prova.


Surte+ Rússia domina o primeiro dia do Europeu de Esportes Aquáticos


No nado artístico, o domínio foi todo russo, com a Ucrânia levando as duas pratas. Na final da rotina técnica individual, Varvara Subbotina, da Rússia, ganhou com 96.433, muito a frente da ucraniana Marta Fedina (93.7000) e da grega Evangelia Platanioti (90.8000), que completaram o pódio. Na disputa técnica por equipes, a Rússia somou 95.6705, enquanto Ucrânia levou a prata com 92.3920 e a Espanha ficou com 89.77.


Jovem dupla italiana faz história

Matteo Santoro, itália Chiara Pellacani, teenage diving, saltos ornamentais
Aos 14 e 18 anos, Santoro e Pellacani venceram com direito a um lindo salto final - Foto: Federnuoto.it


Teve mais ouro para a Itália nesta quarta-feira, nos saltos ornamentais. Matteo Santoro e Chiara Pellacani escolheram o melhor momento para performar o melhor salto da noite e com 72.00 na quinta e ultima performance, somaram 300.69, garantindo o ouro. Enquanto Santoro tornou-se o mais jovem medalhista italiano em toda a história do Europeu de Esportes Aquáticos, Pellacani, com apenas 18 anos e já garantida nos Jogos Olímpicos, levou sua  terceira medalha em Budapeste, somando seu bronze no trampolim 1m individual e prata por equipes. Os alemães Lou Massenberg e Tina Punzel ficaram com a prata e os russos Ilia Molchanov e Vitaliia Koroleva levaram o bronze.


Na plataforma de 1 metro disputada pela manha, o alemão Patrick Hausding ficou com o ouro e o campeão olímpico Jack Laugher, representando a Grã-Bretanha e Irlanda do Norte ficou apenas  em segundo. O bronze foi para o italiano Giovanni Tocci. Hausding conquistou a prata nos 10m sincronizados em Pequim 2008 aos 19 anos e a prata no trampolim de 3m na Rio 2016. 


Surte+ Brasil já tem 221 atletas garantidos em Tóquio-2020; confira lista

Foto no topo: Tempo News

Nenhum comentário:

Postar um comentário