Filipe Toledo elimina Ítalo Ferreira e está na semifinal em Margaret River - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Filipe Toledo elimina Ítalo Ferreira e está na semifinal em Margaret River

Compartilhe



 

A etapa de Margaret River da WSL (Circuito Mundial de Surfe) finalmente pôde realizar as quartas de final da categoria masculina neste domingo, após três dias de paralisação. No duelo brasileiro, a vitória ficou com Filipe Toledo em bateria bastante disputada com Ítalo Ferreira, que chega a segunda etapa seguida sem atingir as semifinais. Toledo volta a surfar por volta da 00h desta madrugada.


Toledo venceu por 13,90 (7,90 + 6,00) a 13,73 (8,00 + 5,73). Apesar de movimentada, a série começou morna. Pela metade, porém, os dois apresentaram ótimo surfe, por cerca de 15 minutos. Filipinho começou com uma onda com forte ataque ao lip, seguida de um cutback e um floater, recebendo 6,00 dos juízes.


Ítalo respondeu imediatamente, também com ataque ao lip. O potiguar rasgou forte a onda e finalizou com perfeição na junção, arrancando aplausos do pequeno público presente e 8,00 dos juízes. O atual campeão do circuito ainda aumentou a vantagem com uma onda 5,73 e a situação de Toledo ficava complicada.


No entanto, restando dez minutos, Filipe virou o placar com uma onda muito bem surfada, iniciada com um carving levantando muita água, seguida de um floater e finalizada com sucesso na junção. Ele reverteu o cenário e Ítalo quem passou a correr atrás do placar, precisando surfar contra o tempo para conseguir uma onda para 5,90 ou mais para ir às semis.



O potiguar até achou uma boa onda, mas suas manobras não agradaram os jurados e ele recebeu 4,93, sendo eliminado, acabando com as chances do potiguar voltar a liderança do ranking, que permanece com Gabriel Medina, com um diferença de 4.800 pontos. Com a campanha em Margaret, Filipe Toledo já subiu duas posições e aparece em sexto.


Resultado final: Filipe Toledo 13,90 (7,90 + 6,00) x 13,73 (8,00 + 5,73) Ítalo Ferreira

 

O adversário de Filipe na semifinal será o sul-africano Matthew McGillivray, que derrotou o havaiano Seth Moniz, por 15,43 a 9,73. Logo nos primeiros 15 minutos, McGillivray fez duas ondas com boas manobras, inclusive achando um pequeno tubo e somou 11,50 (6,50 + 5,00). 


Não satisfeito, ele conseguiu ondas ainda melhores. A primeira, com rasgada forte e veloz de primeira manobra e na junção, com a onda quase fechando, o surfista conseguiu fazer uma boa inversão de direção, a segunda com três rasgadas, muito fortes e levantando bastante água, somada a um floater na finalização, recebendo 7,93 dos juízes. 


Já seu adversário Seth passou a precisar combinar 15,00 pontos para virar, mas sua escolha ruim de ondas, o impedia de disputar algo melhor na bateria. 


Resultado final: Matthew McGillivray 15,43 (7,93 + 7,50) x 9,73 (6,00 + 3,73) Seth Moniz 


A outra bateria das quartas de final foi o confronto entre Jordy Smith (RSA) e Ryan Callinan (AUS). O vencedor foi o sul-africano, que teve 11,00 (6,33 + 4,67) a 10,90 (6,83 + 4,07). Ele saiu na frente com uma rasgada forte, seguida de um floater e recebeu 6,33 dos juízes, e aumentou sua vantagem com um pequeno tubo, seguido de um cutback, avaliado pelos juízes com 4,67. 


Callinan reagiu com uma onda para 6,83 e tentou a virada no final, mas pegou uma onda sem parte crítica e sai com a quinta colocação em Margaret River. Smith vai enfrentar Griffin Colapinto, dos Estados Unidos, na primeira semifinal. O norte-americano não caiu na água em sua bateria de quartas de final, já que seu adversário John John Florence abandonou a disputa por uma lesão no joelho.


Resultado final: Jordy Smith 11,00 (6,33 + 4,67) x 10,90 (6,83 + 4,07) Ryan Callinan. 


Surte + Atualização: Filipe Toledo passa por McGillivray e está na final!


Foto em destaque: Cait Meirs/WSL

Nenhum comentário:

Postar um comentário