Filipe Toledo vence e se classifica para a final em Margaret River - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Filipe Toledo vence e se classifica para a final em Margaret River

Compartilhe


A etapa de Margaret River da WSL (Circuito Mundial de Surfe) terá o retorno de Filipe Toledo a uma final de torneio após quase dois anos, quando foi campeão em Saquarema. O brasileiro derrotou o sul-africano Matthew McGillivray na semifinal, por 15,16 a 13,74, e enfrentará o experiente Jordy Smith, na decisão, que acontecerá ainda nesta madrugada, na ESPN 2.


Resultado final: Filipe Toledo 15,16 (7,83 + 7,33) x 13,74 (7,07 + 6,67) Matthew McGillviray


Para chegar à final, Filipinho começou a série encontrando uma boa onda, fazendo uma rasgada, um floater e uma boa junção, o brasileiro conseguiu um 5,67 e saiu na frente. Com cerca de quinze minutos de bateria, Filipinho pegou uma onda pequena, fez duas rasgadas e finalizou bem na junção, recebendo 5,00 para  aumentar seu somatório e pressionar McGillivray.


O surfista africano respondeu com duas batidas no lip e finalizou bem tecnicamente a junção, conquistando 6,67, até então a melhor onda da série, mas insuficiente para a virada. Com a proximidade do adversário, Filipe precisava responder e ampliar a vantagem.


O brasileiro então pegou uma boa onda, com rasgadas muito fortes, levantando bastante água e, com uma pancada na junção, recebeu 7,83 dos jurados. Neste momento, McGillivray precisava de 6,84 para virar.


Sabendo que não era difícil sofrer uma possível virada, o brasileiro partiu para mais uma onda e começou com uma rasgada muito forte e veloz, seguida de um arco no topo da onda e conseguiu aumentar sua segunda nota pra 7,33, agora para perder, seu adversário precisava de 8,49. Ele tentou, mas sua última onda recebeu 7,07.



Resultado final: Jordy Smith 15,33 (8,33 + 7,00) x 15,16 (8,83 + 6.33) Griffin Colapinto


Essa é a primeira final de Filipinho desde a etapa de Saquarema em 2019, sua última conquista até aqui na WSL. Ele enfrentará na decisão outro sul-africano, Jordy Smith, que passou pelo norte-americano Griffin Colapinto em uma semifinal muito disputada, com 15,33 (8,33 e 7,00) a 15,16 (8,83 e 6,33).


Smith fez 8,33 logo em sua primeira onda e 5,83 na segunda. Seu adversário demorou para achar sua primeira onda e quando achou, conseguiu 6,33 dos juízes e precisava de 9,00 para virar a serie e se classificar para a final. Ele até achou uma boa série, mas bateu na trave, recebendo 8,83.


Precisando agora de um 6,51 para se classificar, o norte-americano partiu para uma onda nos segundos finais, o problema é que ele entrou na onda já com a regressiva zerada e a classificação do sul-africano Jordy Smith.


Surte  +: Tatiana Weston-Webb vence Bronte Macaulay e é finalista pela segunda etapa seguida


Foto em destaque: Cait Miers/WSL

Nenhum comentário:

Postar um comentário