WSL: etapa de Margaret River abre o mês de maio com favoritismo de Medina e Ítalo


Ítalo Ferreira e Gabriel Medina comemorando pódio na WSL


O Circuito Mundial de Surfe (WSL) desembarca neste fim de semana nas ondas da praia de Margaret River para mais uma etapa da perna australiana que termina ainda neste mês de maio. Pela primeira vez na temporada, Gabriel Medina irá surfar com a camisa amarela, enquanto tem por perto o potiguar Ítalo Ferreira, colado tentando recuperar a liderança do circuito.


A etapa só foi vencida uma vez pelo Brasil, no ano de 2015, com Adriano de Souza passando por cima de John John Florence, atual bicampeão da competição. Mineirinho estreará na sexta bateria e enfrentará o australiano Cyros Cox e Medina, que venceu apenas cinco dos treze confrontos contra o campeão de 2015. Nesta temporada, porém, o paulista tem 100% de aproveitamento, vencendo em PipelineNewcastle.


Surte+: Medina literalmente voa e vence a etapa de Narrabeen; Tati Weston-Webb é vice


O outro brasileiro que vem encantando o público do surfe, o atual campeão mundial, Ítalo Ferreira começa a disputa na costa oeste australiana contra os anfitriões Jacob Wilcox e Jack Robinson. O potiguar, eliminado em decisão polêmica nas quartas da última etapa, busca voltar a ganhar e deve junto com Medina dar mais um show para o público.


Quinto colocado em Narrabeen, Yago Dora fará a última bateria da primeira fase com o também brasileiro Caio Ibelli e o australiano Ethan Ewing. Outra bateria que contará com dois brasileiros é a de número dois, com Filipe Toledo e Peterson Crisanto enfrentando Connor O' Leary.


Miguel Pupo não terá vida fácil e estreará contra Julian Wilson e o português Frederico Morais, semifinalista na última etapa, assim como Devid Silva, que vai disputar a vaga na fase de 32 contra o anfitrião Owen Wright e o francês Jeremy Flores.


Os outros brasileiros, Alex Ribeiro e Jadson André, estrearão em baterias equilibradas, o primeiro contra o japonês Kanoa Igarashi e o norte-americano Seth Moniz, já o segundo contra o sul-africano Jordy Smith e o anfitirão Reef Heazlewood.


O vice da etapa de Narrrabeen, Conner Coffin, enfrentará Wade Carmichael (AUS) e Matthew McGillivray (RSA), enquanto o atual bicampeão de Margaret River, John John Florence começa a disputa pelo tri contra o francês Michel Bourez, vencedor em 2014 e o australiano Mikey Wright.


A brasileira Tatiana Weston-Webb, vice-campeã da etapa em 2019, fará a primeira bateria da disputa feminina e enfrentará as australianas Keely Andrew e Macy Callaghan. A surfista vem de uma segunda colocação na última etapa e agora ocupa a terceira colocação do ranking, que leva os cinco primeiros de ambas as categorias para o WSL Finals, etapa que definirá o campeão da temporada.


A primeira chamada está prevista para acontecer no sábado (1º) às 20 horas de Brasília e tem transmissão no Youtube, Facebook e site da WSL, além dos canais esportivos da Disney na TV.


Foto em destaque: Matt Dunbar/ WSL

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024?

Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os jogos in loco.

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Postar um comentário

To Top