Vinicius Figueira perde na estreia da Premier League de Lisboa e não consegue vaga olímpica - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Vinicius Figueira perde na estreia da Premier League de Lisboa e não consegue vaga olímpica

Compartilhe


Apesar de muita expectativa, o carateca brasileiro Vinicius Figueira não conseguiu se classificar para os Jogos Olímpicos de Tóquio nesta sexta-feira (30). Competindo na Premier League de Lisboa, sua última competição antes do fim da corrida olímpica, ele perdeu na estreia para o italiano Gianluca de Vivo e foi ultrapassado no ranking por seu rival direto, o egípcio Ali Elsawy, que chegou até as semifinais da competição. 


Vinicius estava numa situação muito confortável antes da Premier League, sendo o quarto colocado do ranking olímpico, em posição suficiente para garanti-lo nos Jogos de Tóquio. Ele possuía 360 pontos de vantagem sobre Elsawy, único que podia ultrapassá-lo, e precisava apenas "marcar" o adversário em Lisboa para carimbar o passaporte à capital japonesa.


O brasileiro poderia até se classificar sem vencer nenhuma luta, desde que o egípcio não terminasse entre os cinco melhores da competição. Isto, no entanto, não aconteceu. Vinicius perdeu na estreia, mas Elsawy passou por três adversários e chegou até as semifinais. Mesmo tendo sido derrotado, ele vai disputar o bronze no domingo e já tem ao menos o quinto lugar assegurado. 


Com a combinação de resultados, o egípcio ultrapassou Vinicius Figueira e garantiu a última vaga direta do ranking mundial do kumitê até 67kg em Tóquio-2020. O brasileiro, por sua vez, terá que disputar o Pré-Olímpico Mundial, agendado para 11 e 13 de junho, na França, se quiser estar presente na estreia do caratê em Olimpíadas. A competição distribuirá três vagas por categoria


Vale lembrar que o percurso olímpico de Vinicius Figueira foi prejudicado pela Federação Mundial de Caratê (WKF, em inglês). A entidade confirmou a vaga olímpica do brasileiro em março do ano passado, após o cancelamento das competições classificatórias pela pandemia, mas meses depois voltou atrás e "desclassificou" o brasileiro, apresentando um novo calendário de torneios válidos para 2021.


Quem também busca se classificar para os Jogos de Tóquio é Valéria Kumizaki, que também participou da Premier League de Lisboa, no kumitê até 55kg. Campeã pan-americana, ela chegou a vencer a chilena Thiare Aros, por 4 a 0, em sua estreia, mas acabou derrotada nas oitavas pela italiana Anita Pazzaglia, por 8 a 3. Assim como Vinicius, ela disputará o torneio qualificatório em junho.


Além do casal de caratecas, o Brasil foi representado por outros dois atletas nesta sexta. Nicole Mota avançou à segunda rodada e acabou na 29ª colocação geral do kata feminino, enquanto a Edemilson Gutz foi eliminado na primeira fase do kumitê até 60kg, pelo romeno Marian Florin Bogdan, por 1 a 0. 


A Premier League de Lisboa segue com suas disputas neste final de semana, com as preliminares amanhã e as finais no domingo. O Brasil terá quatro representantes em ação neste sábado, todos no kumitê: Stephani de Lima (até 61kg), Brenda Padilha (acima de 68kg), Filipe Alberto (até 84kg) e Diego Moraes (até 84kg).


Foto de capa: Abelardo Mendes Jr./rededoesporte.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário