Motivada pela busca da vaga olímpica, carateca Valéria Kumizaki volta a competir na Premier League de Lisboa - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Motivada pela busca da vaga olímpica, carateca Valéria Kumizaki volta a competir na Premier League de Lisboa

Compartilhe


A carateca Valéria Kumizaki, postulante a uma vaga olímpica, tem um importante desafio a partir desta sexta-feira (30). Ela disputará a Premier League de Lisboa, em Portugal, naquela que será sua última competição válida antes do fechamento dos rankings olímpicos. A brasileira tentará repetir a ótima participação na etapa de Istambul, na Turquia, onde conquistou o ouro na categoria até 55 kg.


Atual número 6 do ranking mundial da WKF (Federação Mundial de Caratê) e 17ª no ranking olímpico, Valéria chega para a Premier League de Lisboa ainda mais motivada. “Estou há dois meses treinando na Europa, primeiro na Sérvia e agora em Lisboa, ao lado de outros caratecas brasileiros. Venho trabalhando muito forte e focada. Eu me sinto muito bem e o objetivo é tentar repetir o resultado da etapa de Istambul”, afirma Valéria.


Na Altice Arena, local das competições, a carateca terá uma competição de nível muito forte. Só na chave de sua categoria, estão inscritas 64 atletas representando 43 países. A brasileira, contudo, encara o desafio com tranquilidade. “O nível da competição será muito alto, não dá para destacar uma ou outra adversária. É preciso mostrar atenção total da primeira à última luta”.


Valéria está na briga para se classificar aos Jogos Olímpicos de Tóquio. Ela atende aos critérios continentais do ranking mundial por ter sido medalhista de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019. No entanto, a condição para que consiga a vaga é muito restrita: além de fazer uma boa competição em Portugal, terá que torcer para as demais campeãs pan-americanas não irem bem. 


Sua principal concorrente é a peruana Alexandra Grande, nona colocada do ranking olímpico da categoria até 61kg, com 3705 pontos. Valéria, por sua vez, é 17ª da 55kg, com 3577.5 pontos. Assim, ela terá que ter um desempenho bem superior à da rival na divulgação final dos rankings. Caso não consiga a vaga por este método, ela participará do Pré-Olímpico Mundial, a ser realizado em Paris, na França, entre 11 e 13 de junho, que distribuirá as últimas três cotas da categoria.


Na disputa em Lisboa, Kumizaki entrará em ação nesta sexta-feira, a partir das 14h, horário de Brasília, para a disputa das lutas preliminares. Se avançar até a final ou à disputa do bronze, voltará a competir no domingo. Além dela, o Brasil será representado por Vinicius Figueira na capital portuguesa. Ele também compete nesta sexta, a partir das 12h.


Competindo na categoria até 67kg, Vinicius está bem mais próximo da vaga a Tóquio-2020 do que à compatriota - e cônjuge -, sendo o quarto colocado do ranking olímpico. Ele depende só de si para carimbar seu passaporte de forma direta, mas também não precisará fazer muito esforço se o egípcio Ali Elsawy, seu rival direto, não terminar entre os cinco primeiros da competição.


Surte +: Entenda o sistema qualificatório olímpico do caratê


Foto de capa: Divulgação/WKF

Nenhum comentário:

Postar um comentário