João Falcão encara o desafio de defender o Brasil pela primeira vez no Mundial de Revezamentos - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

João Falcão encara o desafio de defender o Brasil pela primeira vez no Mundial de Revezamentos

Compartilhe


O piauiense João Henrique Falcão Cabral (CT Maranhão) é a grande novidade na equipe 4x400 m misto, que disputará neste fim de semana o Campeonato Mundial de Revezamentos, no Estádio da Silésia, na cidade de Chorzow, na Polônia. Ele participou em abril do Camping Internacional de Treinamento e Competições em Chula Vista, nos Estados Unidos, garantindo a sua convocação para a sua primeira seleção brasileira e logo adulta em um Mundial.

“O camping foi muito importante na minha carreira. Tive a oportunidade de estar ao lado de pessoas maravilhosas, de grandes atletas, ter a companhia de pessoas que sou fã, meus ídolos, por assim dizer”, comentou o atleta, nascido no dia 16 de abril de 1999, em Teresina. “Estou muito feliz por chegar aonde cheguei. Tudo graças ao meu terceiro lugar no Troféu Brasil do ano passado e a marca de 46.26.”

Orientado pelo professor Antônio Nilson de Souza, em Timon, João Falcão comemora a nova etapa de sua vida e pensa em voos maiores. “Tenho o sonho de participar de uma Olimpíada, de disputar uma final e, com muito treino, ser medalhista. Esse é o sonho de todo o atleta”, afirmou. “Tenho muito a agradecer ao CT Maranhão por ter me levado a São Paulo para disputar o Troféu Brasil no ano passado.”

O atletismo começou em sua vida por acaso. Em 2016, ele fez parte da equipe do Instituto Federal do Maranhão numa brincadeira. Foi escalado para uma corrida e acabou gostando da experiência. “Embora não tenha ido bem, gostei da modalidade e da adrenalina da competição. Acabei participando dos meus primeiros e únicos Jogos Escolares, em 2016, numa prova de revezamento medley. Já tinha 17 anos e não tinha mais idade para continuar nas competições na escola.”

O treinador Antônio Nilson, que também participou do Camping em Chula Vista, considerou a experiência excelente, numa estrutura maravilhosa. “A CBAt e o COB estão de parabéns pela grande oportunidade que proporcionaram aos atletas”, comentou. “O João está treinando comigo há quase 2 anos. Ele é determinado, busca sempre dar o seu melhor dentro da pista, seja em treino ou competição.”

Para o treinador, João Falcão tem tudo para evoluir na carreira. “Ele quer ser atleta olímpico. Trabalhamos muito e a convocação para o Mundial já era esperada”, concluiu.

Foto: CBAt/Fernando dos Reis



Nenhum comentário:

Postar um comentário