Vinícius Lanza e Caio Pumputis conseguem índice olímpico na Seletiva de Natação - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Vinícius Lanza e Caio Pumputis conseguem índice olímpico na Seletiva de Natação

Compartilhe
Vinícius Lanza e Caio Pumputis comemoram a classificação olímpica - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

O Brasil conquistou vagas em mais duas provas da natação em Tóquio 2020, após o quinto dia da Seletiva Olímpica Brasileira. Caio Pumputis (200m medley), Vinícius Lanza (200m medley) e Guilherme “Cachorrão” Costa (1500m livre) conseguiram o índice olímpico nas finais desta sexta-feira no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro. Abaixo, os resultados de cada uma das provas.

200 costas masulino

Recorde Brasileiro - Leonardo de Deus 1:57.00 (2016)
Índice Olímpico - 1:57.50

1. Leonardo de Deus 1:58.74
2. Gabriel Fantoni 2:02.34
3. Brandonn Almeida 2:02.72
4. Leonardo Guedes 2:05.10
5. Fabio Arikawa 2:06.29

Nenhum atleta conseguiu o índice olímpico nos 200m costas masculino. Leonardo de Deus venceu a prova com 1:58.74, pouco mais de um segundo acima do índice. Leonardo já está classificado nos 200m borboleta e vai tentar os 100m borboleta amanhã.

100m livre feminino

Recorde Brasileiro - Larissa Oliveira 54.03 (2016)
Índice Olímpico - 54.38

1. Larissa Oliveira 54.39 
2. Ana Carolina Vieira 54.89 PB
3. Stephanie Balduccini 55.06 PB
4. Etiene Medeiros 55.24
5. Aline Rodrigues 55.49 PB
5. Daynara de Paula 55.49
7. Gabrielle Roncatto 55.86 PB
8. Natalia de Luccas 56.99

Larissa Oliveira venceu os 100m livre feminino mas ficou a um centésimo do índice olímpico. O 54.39 é o segundo melhor tempo da vida da nadadora. Larissa ainda pode se classificar na prova se abrir a tomada de tempo do revezamento 4x100 livre feminino e abaixar o seu tempo. Também irão participar do revezamento Ana Carolina Vieira, Stephanie Balduccini (as duas fizeram suas melhores marcas pessoais) e Etiene Medeiros.

200m medley masculino

Recorde Brasileiro - Thiago Pereira 1:55.55 (2009)
Índice Olímpico - 1:59.67

1. Caio Pumputis 1:58.53
2. Vinícius Lanza 1:59.58
3. Leonardo Santos 2:00.00
4. Evandro Silva 2:02.28
5. Ícaro Pereira 2:02.55
6. Conrado Lino 2:02.82 PB
7. Gabriel Ogawa 2:03.31


Caio Pumputis garantiu uma vaga nos Jogos Olímpicos ao vencer os 200m medley masculino com um tempo de 1:58.53, mais de um segundo abaixo do índice. Vinícius Lanza também conseguiu o índice olímpico, terminando a prova na segunda colocação com 1:59.58. Os dois atletas irão disputar sua primeira Olimpíada.

Após a prova, Caio disse que ficou abalado por não conseguir o índice dos 200m peito. "Mas virei a chave, pensei em tudo , toda a preparação de 4 anos, até mais que isso. Dei tudo que tinha na piscina e veio isso", comentou. Já Vinícius comemorou o fato de conseguir se classificar após ficar de fora da Rio 2016, mesmo tendo feito o índice olímpico. "Sensação muito boa, a melhor possível", afirmou.

200m peito feminino

Recorde Brasileiro - Carolina Mussi 2:27.42 (2009)
Índice Olímpico - 02:25.52

1. Gabrielle Silva 2:29.65
3. Pâmela Souza 2:30.45
5. Bruna Leme 2:31.33
2. Thayanne Cardoso 2:32.80
4. Carolyne Mazzo 2:36.95

A prova dos 200m peito feminino foi vencida por Gabrielle Silva, com um tempo de 2:29.65. Foi a terceira vez que a nadadora conseguiu nadar abaixo de 2:30, tendo conseguido o feito também no Campeonato Sul-Americano, no mês de março. 

1500m livre masculino


Recorde Brasileiro - Guilherme Costa 14:55.49
Índice Olímpico - 15:00.99

1. Guilherme Costa 14:59.21
2. Diogo Villarinho 15:20.80
3. Miguel Valente 15:28.39
4. Stephan Steverink 15:31.75
5. Bruce Hanson Almeida 15:37.49
6. Eduardo Moraes  15:56.59 


Guilherme Costa, o "Cachorrão" se garantiu em mais uma prova olímpica. O nadador venceu os 1500m livre masculino com 14:59.21, um segundo e meio abaixo do índice. Guilherme também anunciou que não irá participar da seletiva olímpica da maratona aquática, que será realizada em junho, em Portugal. O foco de "Cachorrão" será as provas de piscina e ele pretende disputar o tradicional Torneio Sette Colli, na Itália que será na mesma data. Diogo Villarinho será seu substituto. O Brasil também terá Allan do Carmo na disputa por uma vaga na Maratona Aquática em Tóquio.

Já nos 1500m feminino, Ana Marcela Cunha, segunda colocada na final de ontem, cedeu o seu lugar na prova para Betina Lorscheitter, que ficou em terceiro e também fez o índice olímpico. Ana Marcela pretende focar apenas na Maratona Aquática nos Jogos Olímpicos.

Nadadores brasileiros classificados para Tóquio 2020
Feminino:
Beatriz Dizotti: 1500m livre
Betina Lorscheitter: 1500m livre

Masculino***:
Bruno Fratus: 50m livre*
Guilherme Costa: 400m e 800m livre
Felipe Lima: 100m peito e 4x100m medley (peito)
Fernando Scheffer: 200m livre e 4x200m livre
Breno Correia : 200m livre, 4x100m e 4x200m livre
Murilo Sartori: 4x200m livre
Luiz Altamir: 4x200m livre
Guilherme Basseto: 100m costas e 4x100m medley (costas)*
Guilherme Guido: 100m costas
Leonardo de Deus: 200m borboleta
Pedro Spajari: 100m livre e 4x100m livre
Marcelo Chierighini: 4x100m livre

*Bruno Fratus recebeu autorização da CBDA para fazer a sua tomada de tempo nos Estados Unidos onde mora. Fratus será confirmado caso 2 atletas não façam um tempo melhor que o seu.
**Por ter vencido os 100m costas na seletiva, Guilherme Basseto será convocado para o revezamento medley, mas a comissão técnica pode optar por escalar Guilherme Guido no seu lugar na Olimpíada.
***André Calvelo venceu os 100m livre mas a CBDA foi notificada nesta sexta-feira (22) que o nadador teve um resultado adverso em um exame antidoping e, por isso, seus resultados na seletiva foram anulados. 

Fotos: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Nenhum comentário:

Postar um comentário