Coreia do Norte desiste de participar dos Jogos Olímpicos de Tóquio - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Coreia do Norte desiste de participar dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Compartilhe

Assembleia Geral do Comitê Olímpico da Coreia do Norte

*Com Wesley Felix

A Coreia do Norte não enviará atletas aos Jogos Olímpicos de Tóquio. A decisão, que havia sido tomada desde o dia 25 de março, após uma Assembleia Geral do Comitê Olímpico nacional, só foi anunciada na noite desta segunda-feira (05), manhã de terça no Oriente, inicialmente pela agência sul-coreana Yonhap e confirmada pelo Ministério dos Esportes norte-coreano. O motivo oficial alegado pelo país asiático foi a prioridade pela segurança de seus atletas em meio à pandemia de coronavírus.


Liderado pelo ministro de esportes Kim II Guk, o encontro em questão foi realizado em forma de video-conferência e teve como objetivo discutir os feitos esportivos do país. Projetos para os próximos cinco anos foram aprovados, com o objetivo de melhorar o desempenho em competições internacionais e promover entusiasmo pela prática esportiva pelo país. A ocasião acabou servindo, porém, para definir o futuro do país em relação aos Jogos de Tóquio. A Olimpíada de Inverno de Pequim-2022 também foi citada, mas nenhuma definição foi tomada.


A desistência da Coreia do Norte é, até agora, a primeira desta edição de Jogos Olímpicos. Há um temor de que um possível "efeito manada" possa suceder a decisão dos norte-coreanos, por conta das incertezas geradas pela Covid-19, mas nenhuma informação é concreta até aqui. O Comitê Olímpico Internacional (COI) ainda não se manifestou sobre o assunto.


DPRK Korea North Korea boycott 2021 olympics


A última vez em que a Coreia do Norte não esteve presente em uma edição olímpica foi em  1988, quando sua vizinha e rival histórica Coreia do Sul sediou o evento, abrigando as competições na capital Seul. Vale destacar que o anúncio sobre Tóquio da Coreia do Norte veio poucos dias depois do surgimento de especulações de uma possível proposta em conjunto com a Coreia do Sul para sediar os Jogos de 2032, justamente para "superação" dos conflitos entre as duas nações. O país do Norte também tem brigas constantes com o Japão, mas não havia indicado nenhuma possibilidade de boicote anteriormente.


Em suas dez aparições olímpicas de verão, a Coreia do Norte conquistou 56 medalhas, sendo 16 de ouro, 17 de prata e 23 de bronze. Na Rio-2016, foram dois ouros, três pratas e dois bronzes, totalizando sete pódios, com uma delegação de 31 atletas. Para Tóquio-2020, o país asiático já tinha 16 esportistas classificados, em oito esportes diferentes. 


O país de Kim Jong-Un é uma das potências do levantamento de pesos, tendo conquistado quatro medalhas na modalidade no Rio de Janeiro. Para Tóquio, a delegação chegava bem credenciada, já que subiu ao pódio nove vezes no Campeonato Mundial da modalidade em 2019. A nação também esperava obter bons resultados no wrestling e nos saltos ornamentais.


Surte +: Gosta de nosso trabalho? Participe da campanha em prol do jornalismo esportivo independente e Ajude o Surto Olímpico a carimbar sua vaga e estar em Tóquio


Fotos: Ministério do Esporte da Coreia do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário