Sesi Bauru vence Sesc Flamengo no Rio e força jogo decisivo pela Superliga - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Sesi Bauru vence Sesc Flamengo no Rio e força jogo decisivo pela Superliga

Compartilhe
Tifanny atacando na partida 2 do confronto entre Sesi Bauru e Sesc Flamengo pelas quartas de final da Superliga 2020/21

Em mais uma noite de playoffs na Superliga feminina 2020/21, o Sesi Bauru foi até o Rio de Janeiro para ganhar do Sesc Flamengo por 3 sets a 0 (25/20, 25/20 e 25/22) em jogo disputado no Ginásio Hélio Maurício, na Gávea. A partida de número 2 das quartas de final teve como destaque a azeri Polina Rahimova, vencedora do Troféu Viva Vôlei após marcar 20 pontos no confronto.


A ponta Rabadzhieva e a central Adenizia marcaram 12 e 10 pontos, respectivamente. Na equipe carioca, Lorenne foi quem conseguiu virar mais bolas, tendo 14 acertos.


Como o primeiro jogo foi vencido pelo Sesc Flamengo lá em Bauru (SP), a série melhor de 3 das quartas de final será decidida na terceira e última partida, ainda sem local definido, já que o estado de São Paulo não poderá receber partidas por conta das restrições de combate à Covid-19. O jogo está marcado para a próxima sexta-feira (19), às 19h.



Após a derrota, a central Valquiria abordou a situação da série das quartas está empatado.


"Sabíamos que o jogo iria ser duro. Jogamos um pouco abaixo do que poderíamos, mas tá tudo igual, tá 1 a 1. Elas nos colocaram em dificuldade, sacaram forte, ajustaram o bloqueio, mas estamos prontas e vivas na série. Vamos lá buscar o que é nosso. Temos que ter paciência e confiança que tudo vai dar certo", comentou a atleta.


Surte + Osasco bate novamente o Curitiba e avança para a semifinal da Superliga


Os times

Sesc Flamengo: Juciely, Valquiria, Amanda, Ana Cristina, Lorenne, Juma e Camila Gomez (L). Entraram: Marcelle, Gabiru e Ariele.


Sesi Bauru: Mara, Adenízia, Tifanny, Dobriana Rabadzhieva, Polina Rahimova, Dani Lins e Brenda Castillo (L). Entraram: Vanessa Janke e Fê Ísis.


O Jogo

Não dá para dizermos que foi um grande jogo. É que na verdade o Sesi Bauru se impôs e praticamente jogou sozinho a partida, dominando do início ao fim todas as parciais. A equipe de Bauru também dominou nos erros, com 23 contra apenas 12 das cariocas. 


Mesmo assim, Polina Rahimova, Dobriana Rabadzhieva e Adenízia ditaram os ataques do time de Bauru, que venceu tranquilamente no fundamento por 53 a 31. O Sesc Flamengo teve mais dificuldades e contou apenas com Juciely e Juma com mais de 40% aproveitamento no ataque.


O técnico Bernardinho até tentou uma última cartada acionando Ariele no lugar de Ana Cristina, mas já era tarde. Era noite das estrangeiras do Sesi Bauru, bem diferente da última quinta-feira, quando Dobri e Polina não atuaram tão bem.


Foto em destaque: Gilvan de Souza/Flamengo

Nenhum comentário:

Postar um comentário