Resumo do tênis: Evans conquista 1º título, Sinner vence batalha italiana e Mertens volta a erguer um troféu - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Resumo do tênis: Evans conquista 1º título, Sinner vence batalha italiana e Mertens volta a erguer um troféu

Compartilhe

Foi uma semana cheia, mas terminou a primeira série de torneios na Austrália. Foram seis torneios, centenas de jogos e muita emoção na preparação para o Australian Open. Enquanto Daniel Evans foi campeão pela primeira vez no circuito, Elise Mertens voltou a erguer um troféu, o que não acontecia há dois anos. Confira o que de melhor rolou nas finais da ATP e WTA neste domingo


A final do ATP 250 de Melbourne 2 (Murray River Open) colocou frente a frente dois tenistas que nunca haviam conquistado um título de simples no circuito principal: o britânico Daniel Evans (duas derrotas em finais) e Félix Auger-Aliassime (seis derrotas em finais até esta ocasião). 


Surte +Luisa Stefani e Bruno Soares firmam parceria e Brasil volta a ter dupla mista após quase 30 anos


Rapidamente Evans tomou as rédeas da partida, tendo uma ótima atuação e contando com a falta de intensidade de Auger-Aliassime. Em apenas 1h17 de jogo, o britânico aplicou 6-2 e 6-3 para vencer eu primeiro título no ATP Tour, em sua terceira final nos últimos quatro anos. 


No mesmo torneio, os croatas Nikola Mektic e Mate Pavic conquistaram seu segundo título em 2021, ao baterem na decisão das duplas, os franceses Jeremy Chardy e Fabrice Martin por 7-6 (2) e 6-3. No início da temporada eles venceram o ATP 250 de Antalya, na Turquia. 


No outro torneio da ATP desta semana (Melbourne 1/Great Ocean Open), a final de simples foi 100% italiana. O jovem Jannik Sinner encarou o algoz do brasileiro Thiago Monteiro na semifinal, Stefano Travaglia, e levou a melhor no confronto. Placar de 7-6 (4) e 6-4, em 2h08 de partida. 


Esse foi o segundo título da carreira de Sinner, que venceu no ano passado o ATP 250 de Sofia, na Bulgária, batendo na decisão o canadense Vasek Pospsil. 


Na chave de duplas, Bruno Soares e Jamie Murray venceram seu primeiro campeonato após a retomada da bem-sucedida parceria. Vitória por 6-3 e 7-6 (7) contra os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah. 


Já nos torneios da WTA, Ashleigh Barty, atual número 1 do mundo, voltou às quadras após um ano parada devido à pandemia e já conquistou um título. Vitória no WTA 500 Yarra Valley Classic, na final contra a espanhola Garbine Muguruza. Placar de 7-6 (3) e 6-4. 


Pela chave de duplas, sucesso para a dupla japonesa Shuko Aoyama e Ena Shibahara, que bateu a dupla da russa Anna Kalinskaya e Viktória Kuzmová por 6-3 e 6-4. 


No WTA 500 Gippsland Trophy, o título ficou com a belga Elise Mertens, que não vencia um torneio deste o Catar Open de 2019. Para ficar com o troféu ela precisou bater a estoniana Kaia Kanepi por 6-4 e 6-1. 


Na chave de duplas do WTA 500 Gippsland Trophy, o troféu foi erguido pela dupla tcheca Barbara Krejciková e Katerina Siniaková, que venceu as taiwanesas Chan Hao-ching e Latisha Chan por 6-3 e 7-6 (4). 


A WTA realizou um terceiro torneio da série 500 (Grampians Trophy), especial para as tenistas que precisaram cumprir os 14 dias de isolamento social, sem poder sair do quarto para os treinos. 


No entanto, a final entre a estoniana Anett Kontaveit e a estadunidense Ann Li foi cancelada, devido ao atraso causado pelo cancelamento da rodada de quinta-feira, após um diagnóstico positivo de coronavírus de um funcionário de um dos hotéis que recebem os tenistas. 


Surte + : Rússia conquista a ATP Cup


Foto: Reprodução


Nenhum comentário:

Postar um comentário